Secretário da Cultura, sobre lei Paulo Gustavo: ‘Vai tornar o governo um caixa eletrônico’

Na noite de ontem, o dispositivo legal foi adiado no Senado
-Publicidade-
Secretário especial da Cultura, Mario Frias | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil
Secretário especial da Cultura, Mario Frias | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O secretário especial da Cultura, Mário Frias, teceu críticas à lei Paulo Gustavo. “Um absurdo que transformará o governo federal num caixa eletrônico de saque compulsório”, escreveu ele, no Twitter, na terça-feira 14.

Na noite de ontem, o dispositivo legal foi adiado no Senado. Criado pela bancada do PT, o projeto visa destravar parte dos recursos do Fundo Nacional da Cultura e do Fundo Setorial do Audiovisual: R$ 4,3 bilhões para a área até o fim de 2022. A iniciativa surgiu depois de o governo federal endurecer as regras da Lei Rouanet para captação de dinheiro dos pagadores de impostos.

Leia também: “Auxílio Brasil: o novo Bolsa Família”, artigo de Ubiratan Jorge Iorio publicado na Edição 74 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários

  1. Os vagabundos, principalmente os globais viciados em nosso dinheiro(impostos), estão chegando no mais alto nível de abstinência e, serão capazes de tudo para voltarem a mamar nas tetas da nação. Canalhas, mil vezes canalhas!!!

  2. Tropa de malandros que não se cansam de tentar mamar nas tetas de quem trabalha e paga impostos. Um pouco de vergonha na cara, honestidade e brasilidade não fariam mal nenhum a essa turma.

  3. Uma vergonha patrocinada pelos “artistas” entre aspas mesmo, ….. gente que se cala, não fala nada, com relação à corrupção e ao mau uso do dinheiro publico, ….. Tenho vergonha dos famosos, ….pois esse dinheiro nunca chegou aos artistas que estão fora da mídia e dos holofotes da grande mídia, ….. é dinheiro jogado fora e que não se destina à produção artistica, mas sim ao entretenimento….. Triste se isso for aprovado….

  4. Artistas globais, ou outros que vivem na orbita e já exaustivamente conhecidos, através do que produzem com o seu talento, tem que aprender a se programar para realização de qualquer projeto ou evento, como empresa privada! Utilizem-se do seu orçamento!!! Tenham projetos e façam parcerias para conquistar seus objetivos. Afinal de contas, existem milhares de artistas TOTALMENTE desprovidos de reconhecimento, pelo único motivo de ter sido excluído eternamente da ajuda de verbas governamentais destinadas a “””CULTURA”””, porque vocês, artistas consagrados, abocanham sempre tudo e ainda querem mais e mais. Acabou a mamata para você. As coisas mudaram e NUNCA mais voltarão a roubalheira que sempre se viu em EMBRAFIlME, BNDES e outras destinadas à cultura. Agora chegou a vez de auxiliar os artistas que sempre foram discriminados pelos “monstros sagrados da cultura”, que sempre se habilitaram a este crédito e através do seu dedo indicador, apontavam para a inclusão dos seus amiguinhos, para juntos secarem todas as tetas. O que víamos era, *sempre* os mesmos de *sempre* , *sempre* raspando a panela e lambendo a colher, para *sempre*, levar tudo e deixando *sempre*, os realmente necessitados amargando o quão difícil é vencer nesta área de profissão.

  5. Quando o governo propõe algum PL, o PT é o primeiro a ser contra….seguido de seus puxadinhos. Agora quer emplacar uma arapuca para pegar uns pixulecos usando o nome do Paulo Gustavo morto pelo maldito vírus chinês. É claro que o objetivo é a locupletação do dinheiro público. Prova que este ParTido não passa de uma quadrilha que não respeita sequer os mortos e faz qualquer canalhice para se dar bem.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro