-Publicidade-

Secretário de Doria admite erros da gestão tucana

Jean Gorinchteyn reconheceu que ter fechado o comércio no Estado de São Paulo não foi boa ideia
O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn
O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn | Foto: Divulgação/Governo do Estado de SP

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, admitiu nesta segunda-feira, 15, que a gestão Doria (PSDB) errou na estratégia de combate ao surto de covid-19 ao fechar setores da economia, como bares, restaurantes e academias. Conforme noticiou Oeste, os tucanos têm sido alvo de vários protestos contra as limitações ao mercado de trabalho. “Não há dúvidas de que foi um erro [estabelecer determinadas medidas de isolamento]”, declarou Gorinchteyn, em entrevista à rádio Jovem Pan, ao mencionar que o governo está em processo de aprendizagem. “Hoje, percebemos que restringir da forma que fazíamos pode ser ruim. Cada vez mais, a gente vai aprender a se adaptar para proteger a saúde e a economia. Caso contrário, setores vão ter impactos trágicos, e não é isso que se deseja”, acrescentou.

Ainda na entrevista, Gorinchteyn reconheceu que não faz sentido proibir a circulação em certos horários porque as pessoas tendem a se aglomerar ainda mais em outro período do dia, como ocorre em academias. Reiteradas vezes, Doria inseriu o Estado na fase vermelha do plano de contingência do coronavírus sob alegação de conter a covid-19. Nessa etapa, apenas as atividades “essenciais” podem funcionar (supermercados, farmácias, hospitais, entre outros) — no ano passado, depois de decretar que São Paulo passaria as festas de Natal e réveillon sob lockdown, o governador viajou para Miami, segundo noticiou Oeste com exclusividade. Prefeitos que se recusam a aderir à iniciativa são chamados de “negacionistas”, a exemplo de Suéllen Rosim, que administra Bauru, no interior do Estado.

Leia também: “Perdendo a paciência”, artigo de Augusto Nunes e Silvio Navarro publicada na Edição 41 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 comentários

  1. Esses punhos de renda do psdb, hein? Que gente sem caráter!!!
    E agora, quem vai indenizar as pessoas/lojas/empresas que perderam muito, muito, muitas quase tudo, seres humanos infartaram, se deprimiram, houve suicídios.
    stf, doria, covas têm que pagar caro por isso. Onde está a Polícia?
    (escrevo em minúsculas esses nomes todos. Se houvesse forma de letras ainda menores, eu escreveria com elas.
    Que nojo!!!

    1. Totalmente de acordo!
      Mas tenha uma certeza, o inferno está garantido e à espera desses malignos que fizeram como quiseram com o poder que detinham.
      Vermes minúsculos: STF, dória, barbalho, wietzel, maia, petistas, requião, quércia (já está lá), jucá, serra, alckmin, irmãos globais marinho, e tantos outros com o inferno garantido……

      1. Obrigado, Fabio.
        Só lembrando: stf com minúsculas. E jamais devemos no esquecer de outro minúsculo: fhc.

  2. Ok. E quem vai pagar pelo desastre? Bem capaz de o calça apertada por a culpa no Bolsonaro pela destruição de empregos

  3. O DitaDoria internou-se no Einstein para fazer exames e mandou o secretário de saúde iniciar a transição da narrativa do “fique em casa que a economia a gente vê depois” para “a vida e a economia têm que andar juntas”. Daqui a pouco vai dizer que foi ele quem sempre defendeu a vida e a economia. Cara de pau.

    1. Ou colocar a culpa em outras pessoas, como fez o governador de Nova York, que disse que a culpa não foi dele, pois ele não é médico, que ele apenas seguiu as orientações dos especialistas.

  4. O desastre PSDB continua sendo orcrim só em São Paulo.
    Que essa imprensa vermelha pare de nos desafiar.
    E quase que o povo Paulista elegeu boulos.
    Influência da tv 📺 cultura Doria, CNN e globolixo, somado à folha e data folha, Google e UOL.
    Onde vamos parar?

  5. Ah! Errou, né!? Simples assim?! A comissão da vacina chinesa já deve estar na conta dessa corja de incompetentes e, portanto, já com dinheiro no bolso, é hora de tentar corrigir as cagadas. Hipocrisia total.

  6. O Bolsonaro disse que tinha que cuidar da saúde e a economia juntas desde o começo, foi atacado por todos os lados, será que vão pedir desculpas pra ele agora? Acho que não.

  7. Dória em quem votei desde prefeito, errou antes da pandemia quanto iniciou sua trajetória para 2022, logo no primeiro ano do governo Bolsonaro, desqualificando o pronunciamento do presidente na ONU, como inoportuno e inadequado. Mau caráter portanto.
    Agora na pandemia transformou “cientistas” em marqueteiros, “jornalistas” em cientistas e o diretor do Butantã em propagandista/vendedor da vacina Coronavac, ameaçando o governo federal de vender para a Argentina. Tudo isso já deveria ter sido observado pelo infectologista Jean, que desfilou com destaque em todos os canais de TV. desde o inicio da pandemia evidentemente como todos cientistas fizeram, condenando o governo federal como negacionista das vacinas esquecendo-se que enquanto Dória estabelecia acordos com a SINOVAC/BUTANTÃ, Bolsonaro já tinha acordos com a OXFORD-ASTRA ZENICA/FIOCRUZ.
    Tão eficaz sua comunicação pró Doria, que em 21/07/20 foi nomeado seu secretário da saúde, portanto responsável também pelos atos equivocados ou marqueteiros do seu patrão que desafia o governo federal e lança um programa de vacinação com inicio em 25/01/21(fundação de SP) sem ter vacinas aprovadas sequer emergencialmente, lançando panfletos com seus “cientistas”, de eficácia superior a 90%, depois 70%, e finalmente 50,38% em 12/01/21. Logicamente Dória não compareceu ao ato, deixando o dr. Jean e outros cientistas esclarecerem o vergonhoso resultado.
    A seguir solicita urgência na aprovação emergencial na Anvisa e o dr. Jean ansioso para Dória sair na frente, critica a ANVISA e comenta que “não é hora de sermos tão cientistas como estamos sendo agora”.
    Então dr. Jean, o senhor acompanha o governador há muito tempo e permitiu que cometesse tantos erros na ganância de sair na frente, deixando esse mau caráter se antecipar em 1 dia ao programa nacional de vacinação. Que coisa ridícula notáveis cientistas politizarem tão grave pandemia, omitindo até como foram recuperados mais de 90% dos casos notificados de COVID 19, que as tvs. do ódio jamais tiveram a nobreza de informar. Essa pandemia exige da “ciência” seriedade profissional e humildade para salvar vidas.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês