-Publicidade-

Secretário nomeado por Covas foi denunciado na ‘máfia da merenda’

Fernando Padula era chefe de gabinete da Secretaria de Educação do Estado quando supostas irregularidades foram cometidas
Fernando Paula foi denunciado por corrupção passiva
Fernando Paula foi denunciado por corrupção passiva | Foto: Reprodução

Nomeado pelo prefeito Bruno Covas como o novo secretário de Educação da cidade de São Paulo, Fernando Padula já foi acusado de participar do suposto esquema de fraudes e desvios conhecido como a “máfia da merenda”, que repercutiu durante a gestão do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

À época, em 2014, Fernando Padula era chefe de gabinete da Secretaria de Educação do Estado, período em que, de acordo com o Ministério Público, ocorreram as irregularidades. Em 2018, Padula foi denunciado por corrução passiva. O processo está em tramitação na Justiça Federal. O secretário também foi acusado de improbidade administrativa. Segundo o advogado de Padula, ele é inocente e não tem ligação com as supostas irregularidades apontadas nas ações.

Leia também: “Novo secretariado de Bruno Covas terá ex-petistas”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês