Secretário nomeado por Covas foi denunciado na ‘máfia da merenda’

Fernando Padula era chefe de gabinete da Secretaria de Educação do Estado quando supostas irregularidades foram cometidas
-Publicidade-
Fernando Paula foi denunciado por corrupção passiva
Fernando Paula foi denunciado por corrupção passiva | Foto: Reprodução

Nomeado pelo prefeito Bruno Covas como o novo secretário de Educação da cidade de São Paulo, Fernando Padula já foi acusado de participar do suposto esquema de fraudes e desvios conhecido como a “máfia da merenda”, que repercutiu durante a gestão do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

À época, em 2014, Fernando Padula era chefe de gabinete da Secretaria de Educação do Estado, período em que, de acordo com o Ministério Público, ocorreram as irregularidades. Em 2018, Padula foi denunciado por corrução passiva. O processo está em tramitação na Justiça Federal. O secretário também foi acusado de improbidade administrativa. Segundo o advogado de Padula, ele é inocente e não tem ligação com as supostas irregularidades apontadas nas ações.

Leia também: “Novo secretariado de Bruno Covas terá ex-petistas”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.