-Publicidade-

Na esteira de Gilmar Mendes, Barroso afirma que STF evitou ‘genocídio’ ao barrar medidas do governo federal

Ministro do Supremo ainda disse que Executivo precisa se preocupar mais com questões sociais e esquecer liberalismo econômico.
Barroso deixa nas entrelinhas: se dependesse do STF, país permaneceria em confinamento e dependente do governo até chegada da vacina
Barroso deixa nas entrelinhas: se dependesse do STF, país permaneceria em confinamento e dependente do governo até chegada da vacina | luís roberto barroso, stf, genocídio, gilmar mendes, governo federal, reabertura econômica

Ministro do Supremo disse ainda que Executivo precisa se preocupar mais com questões sociais e esquecer liberalismo econômico

luís roberto barroso, stf, genocídio, gilmar mendes, governo federal, reabertura econômica
Barroso deixa nas entrelinhas: se dependesse do STF, país permaneceria em confinamento e dependente do governo até chegada da vacina | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso resolveu seguir o exemplo do colega Gilmar Mendes.

Em debate on-line realizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nesta segunda, 27, Barroso afirmou que o STF evitou um genocídio ao barrar medidas do governo federal, como a campanha publicitária “O Brasil Não Pode Parar”. O anúncio tinha como intuito tratar da retomada da economia e chamava a população a retornar ao trabalho, na contramão do discurso de medo imposto pelo Judiciário e por governadores de vários Estados.

Outra decisão citada pelo ministro foi a que o STF deu autonomia a Estados e municípios para decidirem sobre fechamento do comércio e, com isso, paralisar ou não a economia.

“Num momento em que se recomendava o isolamento social, a política pública de convocação das pessoas ao trabalho e às ruas poderia produzir um genocídio, sobretudo nas comunidades pobres. E, portanto, em nome do direito à vida, e do direto à saúde, o Supremo impediu a difusão dessa campanha”, disse Barroso em crítica ao governo federal.

De acordo com Barroso, não fosse o STF, o Ministério da Saúde tentaria esconder os dados sobre o coronavírus no país. Ainda segundo o ministro, o governo precisa olhar mais para as questões sociais e esquecer o liberalismo econômico.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

70 comentários

  1. Por que não te calas? Quer defender as atitudes ditatoriais do STF mas isto não irá ficar assim. O Brasil vai rever todas estas atitudes contra a Constituição e vão pagar por isto, seus abutres.

    1. O presidente da república, foi favorável ao isolamento vertical ( somente pessoas de alto risco em casa) e pessoas jovens saudáveis deveriam continuar trabalhando, com os cuidados, também incentivou o uso da hidroxicloroquina, nos primeiros sintomas. Ações que foram canceladas, no momento em que o supremo desarmonicamente interviu e tirou o poder do presidente. Muitas pessoas morreram , sem ter a oportunidade de utilizar um remédio barato e utilizado para outras doenças, há mais de 50 anos, que era vendido sem receita, até então. Quanto à divulgação dos números, não está na alçada do presidente. O que podemos ver, foram várias denúncias nas redes, de pessoas que morreram de outras causas e foram enterradas como covid. Inclusive muito, se reflete, se as pessoas morreram de covid ou com covid, pois a maioria apresentava outras comorbidades. Mais de quatro meses de prisão domiciliar, guardas impedindo cidadão de bem de abrir sua loja, muitas vezes , abusando de sua autoridade. Pessoas foram presas por estarem em parques e praias. E os resultados? O isolamento foi pior que a doença!Somente acelerou o nº de mortes, pessoas com medo, pânico, adoecidas física e psicologicamente dentro de casa, números continuaram subindo, junto com o desemprego a miséria e o fim das liberdades e direitos individuais, enquanto o tráfico e os fluxos continuam a mil nas favelas do Rio.

      1. 58 milhões de brasileiros votaram num projeto de liberalismo econômico que é o projeto que no final melhora as condições sociais !
        O ministro devia se preocupar em defender a Constituição que é para isso que ele é pago pelos contribuintes ! De economia parece que não entende nada….

      2. esse cena grotesca de ver um Ministro da Suprema Corte dando entrevista e emitindo Juízo de valores e PIOR ainda, sobre outro PODER e se referindo Claramente a pessoa do Presidente da República …. se dá por um simples detalhe …. IMPUNIDADE!!! ….

      3. Eu acho que o Supremo, o alguns de seus membros o socios, querem, como muitos dos velhos jornais e partidos políticos, fazer desaparecer o Chefe do Estado, que é opresidente Bolsonaro.
        Ele é a cupulala da pirámide da Republica,.
        Há, com toda evidência, um desajuste, um descompasso entre a Justiça e a Liberdade nñeste país.
        Há semvergonhas,demais no Estado.
        O quê fazer?

      1. Já eu e milhões de brasileiros a há.os , Barroso, que o STF contribuiu e muito para os mortos do ” genocídio ” oeroeteaaso por prefeitos e governadores. A sua visão e narrativa não se coaduna com os fatos e co.m a percepção da maioria dos brasileiros. Foi uma decisão infeliz do STF. Mais uma.

    2. Vocês ministros são todos uns comunistas que de uma maneira ou de outra vão ter que pagar pelo genocídio que vocês cometeram.

      1. Feche o seu escritório. Feche o seu escritório.
        Será que já fechou ?

    3. Esta escrito nos anais da história e isso ninguém conseguira apagar
      “S.T.F. É O PAI DO COVIDÃO” e o brasil somente não esta muito melhor nesta data 28-07-2020 por ingerência do STF nas atribuições exclusiva do presidente ou seja, não respeitou a hegemonia constante na constituição.

      1. Boooooooaaaaa Paulo Sérgio, eu também quero Bob Jeff!!!

    4. Sem contar que esse “debate on-line” foi patrocinado pela Qualicorp, cujo presidente foi preso pela PF em recente operação em SP,, envolvido em corrupção pesada. Logo, faz sentido esse urubu progressista falar mal do governo, ficaria surpreso caso falasse a favor!

    5. #STFvergonhanacional. E esses ministros estão substimando o povo o povo brasileiro… O que eles estão achando…que o povo é burro…vai pensando Barroso…Elegermos #Bolsonaro2022

    6. Certas atitudes matam mais que qualquer arma e fácil falar quando se ganham milhões e não e o bastante tende a tomar decisões para matar milhares de pessoas e quando necessitam vão a hospitais particular tomar o medicamento que negam a população hipócritas o que adianta tantos poderes que ao pó retornará porque da justiça divina nada nem ninguém poderá se esquivar que Deus cobre de vocês o genocídio que vocês tantos acusam maís na verdade que toda omissão também são culpados

    7. Pra quem recebe um salário de no mínimo 300k por mês fica muito fácil falar em “esquecer da economia”, isso sem falar nos valores milionários do escritório de advocacia que mantém (palavras do Gilmar).
      “Que país é esse ?”, Já dizia Renato Russo.

    8. Se existe alguma culpa,com toda certeza vocês do STF são responsáveis por 90% de tudo de ruím que ocorre neste país, polícia não pode ir á favela, ministro encerra impichement de governador e políticos salafrário e outras coisas mais, vergonhoso.

    1. STF genocida, vergonha nacional. Colocam a culpa em um homem que tentou salvar uma nação e são vcs que promoveram o verdadeiro genocídio. Bando de cínicos e hipócritas e dissimulados. O inferno será a sua recompensa.

    2. Como este senhor pode fazer um comentário tão leviano quanto este? O STF promoveu uma desordem total no país, ninguém sabe o que fazer depois de tantas idas e vindas do STF e da oms. A única opinião mantida desde o início é a do nosso presidente. Isolamento dos doentes e dos mais sucetiveis ao vírus e vamos trabalhar. A maior mentira desta pandemia é a transmissão pelo assintomático.

  2. Prezado Ministro,
    V.Excia deveria se preocupar em aplicar a lei com igualdade e trabalhar apenas na sua esfera que lhe compete e o mesmo para os seus pares . O executivo tem sim que se preocupar com a economia,saude, educação alem de governar com união dos poderes de estado, coisa que o Judiciario não está fazendo com competencia.

    1. Liberalismo economico nao è crime!!!!
      Ministro do supremo dizendo o que o executivo deveria fazer…ora ora….Este è mais um supremo afogado em sua vaidade e onipotencia (isto graças so omisso senado)….o futuro da sociedade brasileira è ficar preso a este pensamento retrogrado do STF(partido politico)

  3. Qual mérito o levou a estar na mais alta corte do judiciário? Nenhum, zero. Sua presença no STF lhe foi garantida por troca de favores e ideologias aplicadas por quem lhe indicou. Portanto, viva com o rótulo da incompetência e sabendo que você e demais togados são considerados pela maioria do povo como “persona non grata”.

  4. Acabou de assumir a culpa pelas 87 mil mortes. Isso é genocídio. Quis lacrar e denunciou a si próprio e todo STF e de quebra livrou o Presidente de culpa. UM baita de um juiz pixote.

    1. STF genocida, vergonha nacional. Colocam a culpa em um homem que tentou salvar uma nação e são vcs que promoveram o verdadeiro genocídio. Bando de cínicos e hipócritas e dissimulados. O inferno será a sua recompensa.

  5. Esse país é uma vergonha e o STF é o seu expoente. Um único ministro, monocraticamente, frequentemente decide contra decisões transitadas em todas as instâncias inferiores. Ou seja, um juiz (que só virou juiz no STF) decide que 1 juiz de primeira instância, 3 desembargadores e 5 Ministros do STF não sabem nada de lei e que ele sozinho sabe tudo e cancela todas as decisões tomadas nestas instâncias. Não pode dar certo.

  6. O STF, essa casa de tolerâncias com suas Vestais togadas pavoneando-se e vivendo de luxos e excentricidades às nossas custa é a nova versão de Torquemada. Ao decidir que caberia aos Governadores e Prefeitos seriam os GESTORES do enfrentamento à Covid 19, o STF os autorizou a praticar genocídio e quebrar a economia. Barroso deve achar correto o Covas mandar soldar portas de casas de comércio, assim como não deu um pio quantos ao transporte público abarrotado de pessoas, muitas delas sem máscaras. Os pavões do STF se esquece que vivemos num tempo em que existem fotos, vídeos e áudios de tudo que se passa no mundo, inclusive de decisões de encomenda proferidas por seus pares e bandidos associados. Barroso deve achar normal que esposas e filhos de Ministros do STF pratiquem advocacia privilegiada, com direto a infinitos embargo$ auriculare$.

  7. O ativismo judicial é um dos maiores problemas do Brasil hoje. Esses canalhas do STF querem interferir em tudo, mas a sua função precípua eles não fazem. Rasgaram a Constituição brasileira, soltaram milhares de criminosos, prendem cidadãos que querem trabalhar ou praticar atividades ao ar livre, tentam nos calar a todo custo. O STF é formado por 11 criminosos e incompetentes. #STFvergonhaNacional

  8. Mas sem criar riquezas,não tem como investir em bons programas sociais.
    Mas para quem não foi afetado,como os supremos deuses do olimpo,que em plena pandemia gastaram um nota preta com alugueis de carros,mesmo estando em casa,não faz diferença mesmo.

  9. Se o país fosse minimamente sério, os ministros prolatores das decisões que tiraram do governo federal a gerência e administração dos procedimentos relativos ao vírus, assim como esses, que se manifestam contrários à adoção dos medicamentos que vem sendo largamente utilizados pelos bons médicos, deveriam ser submetidos e condenados por crime contra a humanidade! São verdadeiros monstros que só visam seus próprios interesses!
    Vergonha desse STF!

  10. O STF conseguiu o que parecia impossível, superar o Congresso Nacional, na avaliação negativa pela a população. O Supremo errou, ao tirar poder do Presidente, para administrar a crise do COVID 19

    1. Olha prezado Arydelson, eu não havia reparado ainda nesse fato. Mas é absolutamente correto, parabéns.
      Enquanto que no STF temos 100% de nulidades, no Parlamento ainda existem cidadãos de bem e capazes!

  11. Só podem ser esquizofrênicos!!! Ou pilantras mesmo!!! Quanta hipocrisia!!! Querem reescrever a própria história que não tem nem 3 meses????!!!! O povo não é bobo, nem burro!!!!

  12. Que absurdo esse integrante do STF expressar essa opinião descabida de VERDADE e principalmente inconsequente. Não lembro quando esse e seus colegas do STF foram escolhidos, em eleições livres e legítimas, para tomar decisões sobre como administrar o Brasil. O sr Barroso junto com seus colegas precisa, de uma vez por todas , entender que as atribuições do STF estão ligadas à interpretações da Constituição Federal e seus conflitos e jamais se intrometer criminosamente na administração do país. Ele e seus colegas deveriam refletir honestamente sobre o que pensa a população sobre suas atitudes esdrúxulas e estranhas às suas atribuições. Fossem eles magistrados de carreira com saber jurídico e competência comprovada, com certeza a sociedade sentiria orgulho e principalmente respeito por seus integrantes.

  13. Os Ministros do STF vivem em outro mundo, não conhece o ritmo das Comunidades, muito menos de um Brasileiro que vive com menos de 1 salario minimo…Saiam da Toga, digo da Toca…

  14. Outro caso crasso de presunção e invasão indevida e inapropriada à outro Poder. Sujeito limitado, prepotente e totalmente fora de sua caixinha, não tem capacidade cognitiva para entender que Bolsonaro foi eleito justamente pela política de equilíbrio, onde a economia se faz necessária para a alavancagem de ganhos sociais.
    Demonstrou tentar pegar as rédeas do Executivo por atos inconstitucionais.
    É outro que necessita, a bem do Estado Brasileiro, ser imediatamente sofrer impeachment!

  15. É iminente a prestação de contas com o congresso, apequenado com tantos anos de corrupção. A PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA E O FIM DO FORO PRIVILEGIADO são pautas ANTICORRUPÇÃO únicas, que resgatarão o Brasil das mãos do fisiologismo, do toma-lá-dá-cá, das proteções mútuas que dilaceram ventres matando criancinhas indefesas.
    Aqui em MG vimos sendo traídos por uma corja de politicos safados, de Aécio a Pimentel, de Anastasia e Rodrigo Pacheco. Vimos resgatando nossa honra ao confirmar o #elanão à ANTA e jogar Pimentel no abismo. Falta muito, mas Zema nos lembra Itamar, qdo igualmente nos fez esquecer Collor naquele desastre.
    SOMENTE A PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA E O FIM DO FORO PRIVILEGIADO, resgatarão a nossa Pátria do abismo a que nos meteram nos últimos 35 anos.

  16. Bom, vendo os comentários acima, acho difícil pensar sem usar o fígado. Mas a fala do Ministro Barroso vai de contra-mão à declaração do Min. Gilmar Mendes: SIM, o STF agiu de maneira ciente e consciente em estabelecer que as atribuições de determinar quais ações deveria ser tomadas para o combate e procedimentos contra o COVID-19 seriam concorrentes dentre o Presidente, Governadores e Prefeitos. Na prática, e pelas decisões judiciais decorrentes desse entendimento, os governadores tem o maior pode de ditar o que fazer ou não nesta pandemia. Assim, não pode o Presidente ser responsabilizado pela tragédia econômica e de empregos que está assolando o país. Tampouco pode ser responsabilizado por todos os desvios de recursos (também conhecido por roubos) praticados em nome de estados de emergência necessários ou não.
    Por fim, seria interessante aos Ministros do STF mergulharem a fundo no conceito da palavra “genocídio” antes de acusarem, insinuarem ou levantarem como hipótese definir aconduta de um gestor público, eleito pelo povo em um pleito democrático e sem financiamento suspeito. Assim, evitaria ofender aos povos e etnias que de fato padeceram de um genocídio, pois estes sim sempre lembrarão o que significa um ato tão terrível.

  17. Essa alegação do diminuto ministro Barroso, assim como a de seu colega que ele um ele disse que tinha pitadas de psicopatia é uma forma de justificar a tolice que cometeram passando para os governadores e prefeitos a responsabilidade sobre a pandemia. Ao presidente coube somente liberar os recursos que muitos desviaram de sua finalidade com a anuência do STF.

  18. O pior Supremo da história, segundo Roberto Jeferson, amarrou as mão do melhor presidente da história, Jair Bolsonaro e fez do governo federal um mero repassador de dinheiro do contribuinte para que vários governadores metessem aos maos na dinheirama visando enriquecimento ilícito e financiamente de seus aliados no próximo pleito municipal. O ativismo dos 11 urubus (segundo Roberto Jeferson) chega a provocar violentas náuseas no pobre contribuinte brasileiro. Esperemos que os dois ministros conservadores que Bolsonaro indicará melhore a atmosfera nauseabunda da “Corte Suprema”.

  19. O “Boca de Veludo” (segundo afirma o Roberto Jefferson), ficou com invejazinha do beiçola soltador de bandidos e por isso resolveu chamar os holofotes pra si. Só por isso o tal debate organizado pela Ordem dos Asnos do Brasil teve repercussão. A OAB é desprezada por mais de 95% da classe. Nada mais são do que um bando de comunistas vagabundos presididos por um filho de ex-terrorista.

  20. Esse Ministro está gagá. Ele deveria se preocupar mais é em defender a constituição e não falar as asneiras que fala e é endossada pelos seus comparsas. Enquanto o STF estiver que estes tais colocados lá pela esquerda, só dá nisto: Só fala bobagem e besteiras. até a voz dele é horrivel.

  21. Chuva de comentários! hahhahahahahhahah
    BARROSO, o novo “amor” dos brasileiros! Gilmar tá perdendo o título do ministro mais odiado do Brasil. Vixe!!

  22. Cabe lembrar que o tal “debate on line” foi patrocinado pela corrupta Qualicorp, cujo presidente foi preso recentemente em operação da PF em SP, cujo principal alvo era o Senador José Serra. Logo faz sentido esses urubus togados se reunirem para atacar o governo que não é da laia deles, isto é, não tolera corrupção nas suas hostes.

  23. Chega-se a conclusão de que os membros dessa corte ( no sentido monárquico) acham que só existe vida inteligente entre os seus pares. Os “súditos” que se ralem trabalhando e pagando seus salários pois são de uma outra classe.( esta desprovida de intelecto)! Eles se esquecem das principais causas e efeitos da revolução francesa que pode se repetir aqui no Brasil !

  24. Lendo o que ele falou, parece que não estamos convivendo com uma pandemia, e que ela teria sido evitada pela quarentena. Acontece que todas as decisões se mostraram equivocadas, grande parte das pessoas foram contaminadas dentro de casa e ainda estamos observando um grande número de novos casos e de mortes. O que eles evitaram? Evitaram que pessoas fossem tratadas precocemente, o que diminuiria muito o número de mortes, como se percebe nas cidades que resolveram adotar o protocolo. Então, quem são os genocidas? Governadores, o Congresso e o STF (que os endossou)

  25. Acho que entendi o que o ministro quis dizer. Entendam, caros amigos, que na era de Paulo Freire, nem ministro sai ileso – já experimentaram ouvir ou ler um discurso do Celso se Mello?… Seguindo, na verdade ele queria dizer que evitou o “genocídio” barrando ações do governo federal, permitindo o “genocídio” liberando as ações dos governos estaduais e municipais… Apenas mudou a responsabilidade de lugar, já que o sentimento de federalismo foi tão intenso que barraram qualquer ação do governo federal e delegaram aos estados e municípios… Ou seja, qualquer reclamação ou insinuação de “genocídio”, fazê-las diretamente ao gabinete do prefeito ou governador (se eles permitirem, é lógico)… Seria interessante que avisassem ao Gilmar Mendes também…

  26. Mais uma pitonisa, agora com agourenta capa preta.
    Mais um palpiteiro que acha que sabe o que um presidente eleito com 57 milhões de votos deve fazer.
    Mais um desserviço à imagem do Judiciário e, principalmente, e mais uma vez também, ao desacreditado e incompetente STF.
    Esses ministros que gostam de dar opinião em público estão tentando se livrar da responsabilidade por inúmeras decisões equivocadas (por incompetência ou má fé).

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.