Seis em cada 10 cidades de São Paulo seguem sem um único registro de morte pelo vírus chinês

O Amapá é o Estado com mais casos de coronavírus por 100 mil habitantes. Os paulistas estão na 17ª colocação entre os 27 estados brasileiros
-Publicidade-
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Foto: Governo do Estado de São Paulo

O Amapá é o Estado com mais casos de coronavírus por 100 mil habitantes

Foto: Governo do Estado de São Paulo
-Publicidade-

Com 111.296 casos confirmados de coronavírus até 31 de maio, São Paulo é considerado por muitos o Estado com os piores índices da doença. Uma análise mais detalhada dos dados, contudo, mostra uma realidade diferente. Enquanto o Amapá tem 1.135 casos para 100 mil habitantes, ocupando a 1ª posição no ranking geral de maior número de infectados, os paulistas estão na 17ª colocação (239 casos por 100 mil habitantes) entre os 27 estados brasileiros.

O Amapá também foi o que apresentou o maior crescimento da doença em maio (1.002 novos casos para cada 100 mil habitantes). Em seguida estão o Amazonas (860), o Acre (650), Roraima (474) e o Ceará (444). Na outra ponta, os mais bem colocados no último mês foram Paraná (28 novos infectados para 100 mil), Minas Gerais (40), Goiás (41), Mato Grosso do Sul (44) e Mato Grosso (60).

Com 20 óbitos totais, o Mato Grosso do Sul foi o Estado com o menor número de mortes em maio (11 no último mês – ou 0,4 para cada 100 mil habitantes). Embora tenha sido o campeão de óbitos totais, com 5.104 mortes, São Paulo, o Estado mais populoso do país, teve 11 mortes para cada 100 mil habitantes no último mês. No Amazonas foram 38 para cada 100 mil, no Pará, 31 e, no Ceará, 27.

Nesta terça-feira, 2 de junho, 86,5% dos pacientes contaminados pelo vírus chinês em São Paulo estão sendo tratados em casa. Dos 11.940 internados, 4.461 estão em unidades de terapia intensiva e 7.479 em leitos de enfermaria. A taxa de ocupação das UTIs no Estado se mantém em 73,5% e, embora haja 7.994 óbitos no Estado, seis em cada 10 cidades seguem sem um único registro de morte pelo vírus.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Que tal enviar essa matéria para a Globo, a CNN Brasil, a Folha de SP e a Veja? Será que irão se dar ao mínimo trabalho de ler? Duvido.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site