Senador eleito sai em defesa de Damares e fala em nova CPI da Pedofilia

Magno Malta disse que a ex-ministra fala a verdade sobre abusos em Marajó (PA)
-Publicidade-
Senador eleito, Magno Malta | Foto: Agência Senado
Senador eleito, Magno Malta | Foto: Agência Senado

Depois da repercussão das denúncias da ex-ministra e senadora eleita Damares Alves (Republicanos-DF) — de que há tráfico sexual e casos graves de abuso infantil em Marajó (PA) — no sábado 8, o senador eleito Magno Malta (PL-ES) sugeriu a abertura de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia.

Em um vídeo, Malta, que presidiu, há 12 anos, a CPI da Pedofilia no Senado (entre março de 2008 e dezembro de 2010), disse que “o que Damares falou é verdade, está no relatório da CPI da Pedofilia”. Segundo ele, o relatório final, por questões regimentais, precisava ficar em sigilo no Senado, mas, agora, acredita que já possa ser liberado.

“Acho que agora já pode (ter acesso). Quando a gente tomar posse, nós podemos resgatar esse relatório”, disse Malta. O documento mostra, segundo ele, que crianças são colocadas “em barquinhos pelos seus pais, vai para a grande embarcação sozinha, sobe, é abusada, desce com um quilo de sal, ou um quilo de arroz; passageiros abusam, estrangeiros abusam e existe realmente tráfico”.

-Publicidade-

“Vamos investigar, então. Damares não falou nada de inverdade. Tem informação e tem documento. Eu investiguei. E está tudo lá num relatório, dentro de um cofre no Senado”, completou o senador eleito.

No vídeo, Malta menciona o bispo da Ilha do Marajó, dom José Luiz Azcona, que há mais de uma década denuncia o abuso de crianças e adolescentes e a inércia das autoridades em adotar providências efetivas para acabar com o crime. Na época da CPI da Pedofilia, disse à Agência Câmara que “foram publicadas reportagens e todo mundo sabe da exploração sexual de menores em Marajó, na rota entre Breves e a Guiana Francesa, mas ninguém faz nada”.

O vídeo de Malta foi compartilhado por Damares, em seu perfil no Twitter.

A polêmica sobre pedofilia começou quando Damares, em um discurso na Igreja Assembleia de Deus, em Goiânia (GO), no sábado 8, disse que crianças são traficadas para o exterior e são submetidas a mutilações corporais e a regimes alimentares que facilitam abusos sexuais e que “explodiu o número de estupros de recém-nascidos”.

O Ministério Público Federal do Pará (MPF-PA) cobrou explicações ao Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), quer detalhes sobre os crimes e informações sobre as providências adotadas pelo ministério. A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) deu três dias para que o ministério explique as declarações de Damares. Já a deputada eleita Erika Hilton (Psol-SP) apresentou uma notícia-crime à Procuradoria-Geral da República contra a senadora eleita.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Vejamos: houve tráfico de crianças, abusos hediondos e terríveis, e nada foi feito? Dada a gravidade dos fatos, suponho que tudo tenha sido encaminhado ao Ministério Público e à Policia Federal no mesmo instante em que a ministra teve ciência. Mas nada foi feito. Provavelmente porque há gente graúda envolvida, com muito dinheiro rolando no submundo da pornografia infantil. Agora esses nobres doutores se fazem de rogados e pedem esclarecimentos daquilo que já estavam carecas de saber…

  2. Vai Damares, vai Magno Malta, vão para cima desses canalhas, tem político, tem Ong, tem gente do judiciário, etc..metido nesse circo de horror e,acham que vão ser protegido pelo consórcio da velha imprensa. Não deixem ,contem com a gente que vota em BOLSONARO

  3. A + ou – 17 anos atrás, doente mas trabalhando, comentei em Taquara/RS com meu empregador, que ansiava por estar bem e fazer meu trabalho, e ele me respondeu: “- NÃO sem antes comer um kg de sal.” Achei uma observação tão estranha, que não esquecí./ E, a 35 anos atrás, passei um período na Amazônia,(compramos terra que o Color vendeu por cr$1,00, o hectare), meu parceiro era Dentista, e comentou que não teria clientes jovens, porque os colonos que subiram para lá, com os filhos, mandaram arrancar todos os dentes das crianças(disseram que pensavam que não ia ter dentista lá…); não sei se ajuda alguma coisa, mas acredito que precisamos proteger e ajudar a Damares, ao máximo. Deus os proteja.

  4. É impressionante como estes esquerdopatas tem a síndrome do poste e cada vez mais querem mijar no cachorro. Deveria ter leis para incriminar quem tem este tipo de atitude, de querer processar quem faz este tipo de denúncia gravíssima.

  5. É HORA DE NOS UNIRMOS A FAVOR DA SENADORA ELEITA DAMARES ALVES. ELA
    ESTÁ CORRE RISCO DE SER ASSASSINADA PELO FATO DE DENUNCIAR AQUILO
    QUE SE PASSA NO PARÁ. ESSAS DENÚNCIAS SÃO ANTIGAS, COMO DISSE MAGNO
    MALTA! ACONTECE QUE OS ENVOLVIDOS, CERTAMENTE, SÃO PESSOAS PODEROSAS, QUE NÃO HESITAM EM MANDAR JAGUNÇOS PARA CALAR QUEM
    OS ACUSA E AQUELES QUE INVESTIGAM OS CRIMES. HÁ NECESSIDADE DE MUITO
    CUIDADO E SIGILO NAS INVESTIGAÇÕES, PARA EVITAR QUE AS CRIANÇAS, SEUS PAIS E RESPONSÁVEIS OU SEUS DEFENSORES VENHAM A SER ELIMINADOS.
    DEVE SER LEMBRADO O ASSASSINATO DO JORNALISTA TIM LOPES, TORTURADO E MORTO NO “MICRO ONDAS” POR TER DENUNCIADO A EXISTÊNCIA
    DE NARCOTRAFICANTES NO RIO DE JANEIRO. LAMENTÁVEL QUE AINDA EXISTAM CRIATURAS QUE SE VOLTAM CONTRA QUEM DENUNCIA ESSES CRIMES!

  6. Eu votei no Senador Marcos Pontes consciente e com muito orgulho pois sou de SP, não seria diferente se tivesse que votar no Senador Magno Malta!!

  7. O que o PT quer esconder da sociedade brasileira?
    O fato de ser uma facção criminosa, integrante do NARCONEGÓCIO, via Foro de São Paulo?
    O fato de defender nas escolas a sexualização e exploração infantil?
    O fato de querer implantar a DITADURA socialista no Brasil?
    O fato de querer extinguir a verdadeira Cultura artística (Teatro,Cinema, Música, etc) e impor a anti cultura, via apologias ao sexo banalizado e as drogas?
    O fato de querer a todo custo promover a ideologização socialista nas universidades?
    O fato de querer libertar das cadeias os criminosos, em nome dos Direitos Humanos?
    O fato de querer normatizar e tornar a corrupção um instrumento de Estado?
    O fato de permitir e legalizar as invasões de propriedades?
    Ou, todas alternativas acima são corretas?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.