Senadores avaliam reunir CCJ sem Alcolumbre para sabatina de André Mendonça

Regimento prevê reunião de comissão sem consentimento de seu presidente
-Publicidade-
Há três meses e meio, Davi Alcolumbre resiste em marcar a sabatina do indicado ao STF
Há três meses e meio, Davi Alcolumbre resiste em marcar a sabatina do indicado ao STF | Foto: Pedro França/Agência Senado

Senadores favoráveis à realização da sabatina de André Mendonça, indicado ao Supremo Tribunal Federal, avaliam realizar a sabatina sem o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP). A informação é do jornal O Globo.

Alcolumbre permanece resistente à indicação do ex-advogado-geral da União feita pela presidente Jair Bolsonaro. O regimento da Casa prevê a possibilidade de haver sessão mesmo sem o consentimento do senador que comanda a comissão.

“De acordo com o regimento, a CCJ deve se reunir todas as quartas-feiras. Para isso, basta haver um quinto dos membros presentes. O movimento, estudado como um plano B caso Alcolumbre siga resistindo, funcionaria como uma espécie de ‘autoconvocação’”, informou O Globo.

-Publicidade-

A CCJ não se reúne há cinco semanas. Neste sábado, 6, a comissão completa 38 dias parada. Há três meses e meio, Alcolumbre resiste em marcar a sabatina de Mendonça.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.