Revista Oeste - Eleições 2022

Moro não pode se candidatar por São Paulo, decide Tribunal Eleitoral

Ex-juiz não conseguiu provar vínculo com Estado
-Publicidade-
Ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro continua com domicílio no PR| Foto: Saulo Rolim/Podemos
Ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro continua com domicílio no PR| Foto: Saulo Rolim/Podemos

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) decidiu nesta terça-feira, 7, que Sergio Moro (União Brasil) não pode ser candidato por São Paulo. Por quatro votos a dois, os magistrados rejeitaram a transferência de domicílio eleitoral do ex-juiz da Lava Jato. A decisão cabe recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Moro, que é ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do governo de Jair Bolsonaro (PL), pretendia ser candidato ao Senado por São Paulo. A decisão do TRE-SP ocorreu depois de o diretório municipal do PT entrar com recurso no processo que havia sido julgado improcedente na 5ª Zona Eleitoral da capital paulista.

-Publicidade-

De acordo com os argumentos dos advogados do PT, Moro não tem vínculo profissional em São Paulo. Ele teria apresentado endereço de um hotel para comprovar residência.

Para trocar o domicílio eleitoral, de acordo com a legislação atual, o interessado deve morar ao menos três meses na nova cidade. Há também possibilidade de comprovação de vínculos “políticos, econômicos ou familiares”.

Moro foi cotado para disputar governo de São Paulo

Na última semana, o União Brasil de São Paulo discutiu lançar Sergio Moro para o Palácio dos Bandeirantes. A ideia era deixar o apoio a Rodrigo Garcia (PSDB), atual governador que deve tentar a reeleição. O partido via em Moro uma alternativa para ampliar a bancada da legenda na Câmara dos Deputados.

Antes de entrar para o União Brasil, Moro se filiou no final do ano passado ao Podemos. A meta era ser candidato a presidente da República. Ao trocar de legenda, o ex-ministro foi cotado para o Senado, para Câmara dos Deputados e governo de São Paulo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Mas o pesoal da redação é mestre na arte de sugestionar o eleitor e não é só nesse post não, são em todos eles. Neste caso, ao abrir a página, damos de de cara com uma foto do Moro que transmite, que sugere ao leitor a figura de um indivíduo derrotado, enfim uma figura lamentável e para arrematar, coloca uma manchete que noticia mais uma derrota do coitado do boçal (no sentido de inexperiente, bisonho, novato, etc…). Parabéns à revista Oeste, vocês são mestres no assunto. O Moro é mesmo a face de um derrotado.

    1. Perfeito.O cara só faz asneiras.Desde que saiu do governo imaginando derrubá-lo, não faz outra coisa a não ser idiotice.
      Podia hoje está confortavelmente numa cadeia na suprema corte, porém,influenciado pelo calça atochada e do boca mole FHC, só tem feito merdas.
      Uma atrás outra.Vai terminar virando pó como seus conselheiros.

  2. Vacilão, inicialmente vislumbrou que poderia ter 2 patrões e, de sobra, ao final trair um deles.
    Hoje entendemos que foi o instrumento do “teatro das tesouras”, para consertar a cagada do cheira pó Aécio, que vendeu o psdb pro Zé Dirceu. Empodeirou aquele guerrilheiro fdp e mg ficou à deriva. Nunca mais a cleptocracia fiscalizada pelo STF foi a mesma.
    E nunca mais será. Ficam remendado daqui e dali, mas o Brasil se salvou!!!
    Se Moro tivesse traído FHC e o psdb, e não tivesse nos traido, jamais estaria neste limbo.
    Teria sido o presidente indicado pelo Bozo para 2026..
    Morreu abraçado com o psdb, com Doria, com o PT. Com a cleptocracia!!!

  3. Triste fim para Sérgio Moro. Um dia um juíz respeitado. Hoje… Foi justamente para o estado onde o PT aparelhou a justiça???? Porquê o José
    Sarney nunca foi questionado???? Dois pesos, duas medidas?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.