Sindicatos denunciam Bolsonaro em Haia

UniSaúde acusa o presidente de 'genocida'; entidade não mencionou que o lockdown mata mais que a covid-19, segundo o banco J. P. Morgan
-Publicidade-
Sindicatos em protesto | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR
Sindicatos em protesto | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

UniSaúde acusa o presidente de ‘genocida’; entidade não mencionou que o lockdown mata mais que a covid-19, segundo o banco J. P. Morgan

sindicatos
Sindicatos em protesto | Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR

Ontem, domingo 26, a Rede Sindical UniSaúde entregou uma representação criminal contra Jair Bolsonaro ao Tribunal Penal Internacional, com sede em Haia, na Holanda. Conforme os signatários da peça, há “falhas graves e mortais na condução da pandemia de covid-19 no Brasil”. Membros dos sindicatos garantem que o presidente não segue as recomendações do Ministério da Saúde. Além disso, estaria agindo de forma irresponsável, ao recomendar o uso da hidroxicloroquina a pacientes com a covid-19. No entanto, Oeste noticiou que o medicamento é eficaz na luta contra o coronavírus.

-Publicidade-

Quer saber por que o isolamento social radical é mais devastador que o vírus chinês? Leia “O erro do lockdown”, reportagem publicada na edição n° 14 da Revista Oeste

“Bolsonaro cometeu crime contra a humanidade durante sua gestão frente à pandemia, ao adotar ações negligentes e irresponsáveis, que contribuíram para as mais de 80 mil mortes pela doença no país. A omissão do governo brasileiro caracteriza crime contra a humanidade — genocídio”, argumenta a UniSaúde. Contudo, deixou de mencionar que o lockdown mata mais que o vírus chinês, de acordo com um relatório formulado pelo banco J. P. Morgan. Entre os defensores dessa tese está o Nobel de Química Michael Levitt. O pedido dos sindicatos ainda precisa ser analisado e aceito.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

12 comentários Ver comentários

  1. Esse pessoal está se tornando patetico.
    Suas ações são risíveis, eles não entenderam que o presidente foi eleito por uma maioria que está se lixando para o que os sindicatos pensam.

  2. É inadmissível a utilização do judiciário brasileiro e dos Órgãos internacionais para esse tipo de estratégia política, de destruição de reputação. Os representantes desses sindicatos, ONG,s, Institutos e demais pessoas, inclusive políticos e ministro do STF, devem ser responsabilizados, pois estão banalizando crimes gravíssimos que ocorreram contra a humanidade, além de caluniar e injuriar o Presidente da República.

    1. Enquanto isso, e talvez por causa destas inúmeras tentativas frustradas de atacar o presidente, a popularidade de Bolsonaro só aumenta. Chorem na cama em posição fetal, que é lugar quente, Mortadelas

  3. Não há o que se esperar de diferente da enorme maioria dos sindicatos, em especial aqui no Brasil. Fruto de uma política populesca, demagógica e hipócrita, alavancada por uma esquerda essencialmente composta por revoltados, inadequados à vida e marginais, cresceu imensamente no País a ponto de possuirmos mais de 17.200 sindicatos.
    O absurdo é tão gritante que o 2º país em número de sindicatos, A África do Sul, possui em torno de 194 sindicatos.
    O Brasil possui 91% dos sindicados do mundo, é uma quantidade absurda que expressa, incontestavelmente, a utilização de tais entidades para finalidades pessoais e espúrias.
    Agravado ao fato, por conta da última reforma, ter terminado as contribuições compulsórias dos trabalhadores.
    É uma parcela da podre fazendo a única coisa que sabem produzir, difamação, calúnia, inverdades e maldades contra o país que lhes hospeda como verdadeiros parasitas que são.

  4. Hitler, ditador, racista, fascista, homofóbico, genocida. Adjetivos, que cada vez mais consolidam a preferência dos coxinhas, nazistas e robôs.

    1. O uso de rótulos sem demonstração de fatos que o sustentem, além de xingamentos puros, evidenciam não só a total falta de argumentos como, mais ainda, a deficiência intelectual e frouxidão de caráter de quem assim se pronuncia.

      1. Perfeito prezado Marcelo. Não há nada a comentar de pessoas que se comportam absolutamente contrárias à realidade e as demandas nacionais.
        É uma questão psicológica/psiquiatra esse ódio incontido que sentem por nós e o projetam naquele que delegamos a responsabilidade de gestão do País!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.