Sorocaba aprova lei que autoriza homeschooling na educação básica

Ensino domiciliar poderá ser ministrado por pais ou professores particulares contratados
-Publicidade-
Vereador Dylan Dantas ao lado da <i>homeschooler</i> Elisa Flemer
Vereador Dylan Dantas ao lado da homeschooler Elisa Flemer | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A Câmara Municipal de Sorocaba aprovou na tarde de ontem, quinta-feira 22, o projeto de lei nº 31/2021, de autoria do vereador Dylan Dantas (PSC), que autoriza o ensino domiciliar no âmbito da educação básica do município localizado no interior de São Paulo.

Segundo o texto, os pais ou responsáveis pelos homeschoolers devem declarar a preferência pela educação domiciliar ao órgão local competente e manter registros do progresso dos estudantes, para apresentá-los ao poder público quando necessário.

O ensino domiciliar poderá ser ministrado pelos próprios pais ou professores particulares contratados. O órgão responsável também poderá disponibilizar modelos de conteúdo programático, bem como materiais de apoio.

Leia também: Homeschooling, o ensino sem as mãos do Estado”, reportagem de Cristyan Costa publicada na Edição 65 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários

    1. Gustavo, a liberdade é fundamental, mas precisamos respeitá-la e saber o que fazer com ela. Nesta crise de pandemia, fiquei muito decepcionado com boa parte da população Brasileira que por covardia e desinformação abriram mão da liberdade em troca de uma suposta segurança, fomos manipulados pela mídia, prefeitos e governadores que fizeram política com o vírus e uma parcela da população aceitou bovinamente. Quanto ao HOMESCHOLLING, não tinha opinião a respeito. Depois da pandemia, vendo a reação dos meus netos, sou radicalmente CONTRA. Crianças precisam socializar com outras crianças , porque ficam doentes sem isso. Até as doenças da infância fazem parte do pacote para a evolução como ser humano. Uma parcela do dia as crianças precisam de livrar dos pais. Podem acreditar, isso mantém a sanidade dos pequenos.

      1. A gente sempre parte do pressuposto de que família e o lar são lugares maravilhosos, boa parte do tempo isso é correto, mas não todo tempo, vou listar pequenas coisas normais que afetam o ambiente familiar.Nesta fase da vida são normais crises conjugais com xingamentos e cobranças, TPM, crises financeiras, desemprego, gravidez, doenças. Neste ambiente tente alfabetizar uma criança e protege-lá desse ambiente tóxico.

      2. Concordo plenamente consigo, Remi. Acrescento que o ensino domiciliar precisa ser acompanhado por pessoas comprometidas com os valores de respeito às diversidade ou os pais e professores contratados transmitirão os mesmos preconceitos que carregam em suas formações.

      3. Professor Doutor Abbud você concorda ‘consigo” ? e Remi Backes comparar o fique em casa durante a pandemia com homescholing beira à ma fé… mas acho que foi por ignorância (horizonte de conciência).

      1. Renato, nunca imaginei que mandando meus filhos pra escola estaria me livrando deles. Só estou dizendo que lugar de criança é na escola.

  1. Parabéns aos vereadores de Sorocaba e à jovem inteligente e dedicada Elisa. Para a maior parte das crianças pode ser mais adequado frequentar a escola, mas têm aquelas que aproveitariam melhor o ensino à distância, sendo, inclusive, mais felizes. Muitas vezes, para alguns indivíduos frequentar a escola pode ser difícil e desestimulante. Depende das características de cada um, das circunstâncias de vida e da família.

  2. Q notícia maravilhosa. Veio como uma benção para mim.
    Não entendi a discussão de vcs? A lei do homeschooling não é opcional? Quem quer criança na escola, legal, que fique na escola!
    Eu enxergo isso como direito de escolhas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro