STF: Aras abre apuração para avaliar se Bolsonaro cometeu irregularidades ao criticar urnas

Pedido foi feito pela ministra Cármen Lúcia
-Publicidade-
PGR foi intimado pelo STF a se manifestar em 48 horas sobre pedido do PT
PGR foi intimado pelo STF a se manifestar em 48 horas sobre pedido do PT | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Auras, determinou a abertura de uma apuração preliminar contra o presidente Jair Bolsonaro. A informação foi repassada ao Supremo Tribunal Federal (STF), na segunda-feira 16, que pediu à PGR para se manifestar sobre ação movida pelo PT.

A finalidade é averiguar se o chefe do Executivo cometeu crimes ao levantar dúvidas sobre a segurança das urnas eletrônicas. O PGR, então, vai dizer se um inquérito será necessário. Em 29 de julho, Bolsonaro fez uma live apresentando indícios de que os equipamentos não são 100% seguros.

Tudo começou depois de a ministra do STF Cármen Lúcia acolher pedido do PT, com a finalidade de pressionar Bolsonaro. A juíza da Corte deu 48 horas para Aras se manifestar no caso que “exige prioridade”, segundo ela.

-Publicidade-

Especialistas levantam dúvidas sobre o software das urnas

Amílcar Brunazo, engenheiro especialista em segurança de dados e voto eletrônico, afirmou que a confiabilidade das urnas eleitorais é duvidosa. De acordo com ele, o equipamento pode ser objeto de fraude. “O software é desenvolvido no TSE seis meses antes das eleições, compilado com 15 dias de antecedência, transmitido por internet pelos tribunais regionais e por cartórios e gravado num flashcard”, explicou Brunazo, durante audiência pública em comissão especial da Câmara dos Deputados.

“A equipe do professor Diego Aranha, dentro do TSE, mostrou ser possível pegar esse cartão, inserir nele um código espúrio, que não foi feito pelo TSE, e colocar na urna eletrônica”, salientou o especialista, ao mencionar que os brasileiros acabam tendo de confiar no servidor que vai pôr o dispositivo na máquina. “Muitas vezes é um profissional terceirizado. Realmente, o processo eleitoral brasileiro depende da confiança de todos os funcionários envolvidos. Isso é um equívoco”, lamentou Brunazo.

Carlos Rocha, engenheiro formado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica e CEO da Samurai Digital Transformation, defende a descentralização de poderes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo ele, a democracia brasileira não pode continuar a depender de um pequeno grupo de técnicos do TSE, que têm o controle absoluto sobre o sistema eletrônico de votação, de todos os códigos e chaves de criptografia.

Leia também: “É proibido modernizar as urnas eletrônicas?”, reportagem publicada na Edição 69 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários

  1. Em vez de promover o debate público sobre o aperfeiçoamento do sistema eleitoral, agora o STF e o TSE simplesmente tentam INTIMIDAR todos os que apontam problemas e fragilidades. QUE VERGONHA!

    1. Para julgar uma pessoa pelo que disse, tem que se buscar também as fontes do que essa pessoa se baseou para fazer as denúncias. E nesse caso específico o presidente tem um vasto material coletado nos meios de comunicação e por técnicos denunciando essas urnas eletrônicas. Esses tribunais tmb tão com muito mimimi, Lula falava e fazia tudo e ninguém falava nada, já passou da hora de derrubar a porta.

  2. O resultado do cruzamento entre a Madame Min e o Bento Carneiro está se deliciando com a submissão do procurador-geral! Vem cá, totó!, titiu, titiu! Pega o ossinho!

  3. Abrir inquérito e não descobrir nada é melhor do que não abrir. Crime eleitoral é ‘pedir voto’, todo mundo sabe isto. Não é o caso.

  4. A ideia é por demais óbvia, e é, efetivamente, a única coisa que o crime organizado pode fazer: tentar criminalizar o mocinho!
    Vem tentando isso há algum tempo, iniciaram com as atribuições pejorativas à Bolsonaro de ditador, nazista, fascista, homofônico, misógino, genocida, …., e por aí foram, sem sequer conseguirem reduzir 1º de sua popularidade.
    Agora, já fora da esfera legal, tentam todas as artimanhas desonestas para que eles próprios possam se os denunciadores, inquisidores e julgadores.
    Agressões declaradas contra o povo brasileiro, por eles perpetradas já contra as Leis, a Constituição e a Democracia!

  5. Segundo consta, existem 17 inquéritos no STF contra o senador Renan Calheiros que nunca saem das gavetas e no entanto a sinistra Carmem Lúcia fica toda prestativa para atender um pedido espúrio do PT ?
    O PGR Augusto Aras deveria atender o pedido em 48 meses.
    Já foi provado com a liberação do inquérito pela PF e denunciados pelo Presidente da República e o deputado Federal Filipe Barros, da atuação do hacker que ficou manuseando o sistema do TSE por longos 8 meses e justamente na época das eleições de 2018. E a sinistra ainda quer investigar o Presidente da República ? Fala sério, sinistra !!!

  6. Se quisermos resolver os problemas de vez, então devemos, conjunta ou alternativamente:

    1) Lutar pela realização de um plebiscito (candidaturas independentes, voto impresso e restringir os poderes do STF) – youtu.be/uC8IraYgCCA

    2) Acabar com a “Ditadura do Supremo” – youtu.be/NBTewR2z_30

    3) Ou, pelo menos, aprovar, via lei ordinária, uma Alternativa ao Voto Impresso (votação paralela em 2% das urnas sem que elas “saibam” que estão sendo testadas) – youtu.be/ebVV0EldkOY .

  7. As movimentações no mundo político do país estão chegando às raias do absurdo, da falta de critério e avaliações de importância. Presidente Bolsonaro, toca em frente seu governo, sem olhar para os lados. A oposição não sabe mais o que fazer para neutralizá-lo. O povo brasileiro está atento aos acontecimentos e sabe muiito bem o que o senhor representa para todo o sistema de corrupção: o inimigo número 1.

  8. psicopatas tupiniquins.. são tão cretinos e beócios! é tão louco que os outros ficaram sem reação.. alguém tem que dar uma de louco e contrapor isso aí..

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro