-Publicidade-

STF julga hoje acesso de Lula a mensagens da Lava Jato

Ex-presidente quer anular a condenação no caso do tríplex do Guarujá
Segundo a defesa do petista, Moro foi parcial durante a condução do processo
Segundo a defesa do petista, Moro foi parcial durante a condução do processo | Foto: Divulgação/Ricardo Stuckert

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) inicia às 14 horas desta terça-feira, 9, o julgamento de recursos contra uma decisão do ministro Ricardo Lewandowski. O magistrado concedeu a Lula acesso às mensagens da Operação Lava Jato roubadas por hackers. A tendência é que o colegiado valide as conversas e permita o uso para pôr em xeque a atuação de Moro contra o petista. O conteúdo dos diálogos vazou por ação de criminosos e acabou apreendido na Operação Spoofing.

Segundo a defesa, Moro foi parcial durante a condução do processo contra o ex-presidente. O conteúdo pode servir para anular o processo do tríplex do Guarujá, em que Lula é acusado de receber propinas da construtora OAS. O presidente da Turma, Gilmar Mendes, e os colegas Lewandowski e Kassio Nunes devem favorecer Lula. Os advogados de Lula garantem que Moro e os procuradores do Ministério Público combinaram etapas do processo.

Leia também: “A operação que mostrou que todos são iguais perante a lei”, reportagem publicada na Edição 21 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês