Tarcísio e Nunes negociam congelar tarifas do transporte público em SP em 2023

Prefeito vai além e considera zerar tarifa a partir do ano que vem
-Publicidade-
Tarcísio avalia congelamento de tarifa em São Paulo
Tarcísio avalia congelamento de tarifa em São Paulo | Foto: Marcello Casal Jr-Agência Brasil

O prefeito da capital paulista, Ricardo Nunes (MDB-SP), e o governador eleito de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), negociam o congelamento das tarifas de metrô e ônibus para todo o ano de 2023.

“Acho muito viável”, disse o governador eleito, durante uma entrevista coletiva, realizada na quarta-feira 7. “É questão de acertar o tamanho do subsídio.” Atualmente, o valor das tarifas dos transportes é de R$ 4,40.

A equipe de Tarcísio avalia os números do transporte estadual para poder decidir se finaliza o acordo, informou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. Nunes também considera estabelecer a tarifa zero.

-Publicidade-

No caso da prefeitura, a decisão de segurar o preço do ônibus vai custar aos cofres municipais quase R$ 5 bilhões neste ano em subsídios pagos às empresas que operam o sistema.

Operado pelo governo estadual, o sistema de trilhos funciona de forma diferente, já que tanto o Metrô como os trens da CPTM têm receitas acessórias que ajudam a custear os serviços.

Apesar disso, o governo de São Paulo injetou R$ 1,6 bilhão no sistema metropolitano (incluindo os ônibus intermunicipais) somente em 2020 e mais de R$ 700 milhões em 2021.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Quando um governo decide manter um subsídio que vai gerar menor despesa para o trabalhador este acaba consumindo outros produtos onde irão ser arrecadados ostros impostos e taxas mas também geram empregos e produção. É um ciclo virtuoso. E não tem nada mais liberal que isso (tem gente que não sai do quadrado e não enxerga o macro).

  2. Por mim ele pode dar quantos bilhoes ele quiser desde que saia do bolso dele. Se nao ele tem que dizer de quem ele vai tirar? do contribuinte? do iptu? ai é brincadeira ne!!! eles falam assim na maior cara de pau como se o dinheiro fosse deles para eles darem para quem quiser… a questao tem que ser colocada de outra maneira: ELES VAO TOMAR DINHEIRO DE QUEM? É CERTO ISSO? CLARO QUE NAO NE!!!

    1. Imposto é pago em tudo que você usa ou consome, se o governo puder deixar de cobrar por um serviço que você já paga através dos impostos melhor.
      No final você paga duas vezes, uma através do imposto e outra através da tarifa.

  3. Tarifa zero não existe porque desde sempre existem custos de operação: pessoal, veículos, combustível etc. etc. etc. Alguém sempre paga a conta. Adivinhem quem.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.