-Publicidade-

TJ de SP propõe ampliar gastos em R$ 6,8 bilhões

Proposta será analisada pelo vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, e pelo secretário estadual de Orçamento e Gestão, Mauro Ricardo
Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP
Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP

Proposta será analisada pelo vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, e pelo secretário estadual de Orçamento e Gestão, Mauro Ricardo

tj
Tribunal de Justiça de São Paulo | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP

Em meio à pandemia de coronavírus e corte de gastos, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) quer um aumento de R$ 6,8 bilhões em seu orçamento de 2021. Entre outras despesas que serão elevadas, estão pagamentos de salários do funcionalismo e despesas com pessoal. A proposta será analisada pelo secretário estadual de Orçamento e Gestão, Mauro Ricardo, e pelo vice-governador de João Doria (PSDB-SP), Rodrigo Garcia (DEM-SP). Dessa forma, ambos têm até o fim do mês para entregar à Assembleia Legislativa de São Paulo o projeto de Orçamento para 2021.

Leia também: ‘Judiciário é utilizado pelos que perderam a eleição’

Nos últimos três anos, o orçamento do Judiciário paulista — que abrange todas as varas e comarcas do Estado — ficou entre R$ 11,6 bilhões e R$ 12,3 bilhões. A proposta para 2021 prevê um recurso total de R$ 19,1 bilhões. O aumento pedido pelo TJ-SP é maior que os valores que São Paulo teve, no orçamento deste ano, para operar o Metrô, por exemplo. Além disso, é maior também que o das composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e todos os ônibus intermunicipais que circulam no Estado — somaram um custo de R$ 5,5 bilhões, informa o jornal O Estado de S. Paulo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês