Toffoli alega falhas na saúde pública para liberar ex-ministro Geddel da prisão

Toffoli liberou Geddel da prisão alegando que demora na realização de exames pelo SUS poderia comprometer a saúde do ex-ministro
-Publicidade-
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: FABIO POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: FABIO POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL | O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: FABIO POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

Ex-ministro Geddel Vieira Lima, que atuou nos governos Temer e Lula, testou negativo para coronavírus mas mesmo assim ganhou benefício da prisão domiciliar

Ex-ministro Geddel
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli
Foto: FABIO POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Na decisão que liberou o ex-ministro Geddel Vieira Lima da prisão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, utilizou-se de um relatório da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado que aponta falhas no sistema público de saúde da Bahia. Toffoli alegou que é  “um dever inafastável do Estado zelar pela segurança pessoal, física e psíquica dos detentos”.

Geddel cumpria pena em regime fechado após ser condenado a 14 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. Agora, o ex-ministro da Secretaria de Governo do ex-presidente Michel Temer e ex-ministro da Integração Nacional do governo Lula passará a cumprir pena em casa e será monitorado por tornozeleira eletrônica.

Na semana passada, a defesa de Geddel ingressou com uma petição no STF solicitando a progressão de regime do ex-ministro sobretudo após ele ter sido diagnosticado, em testes rápidos, com o coronavírus. Contudo, quando se fez a contraprova, o exame apresentou resultado negativo para a covid-19. Mesmo assim, Toffoli liberou Geddel para cumprir pena em casa alegando que ele faz parte do chamado “grupo de risco”, por ser hipertenso e por sofrer um quadro de hematoquezia (hemorragia retal).

Grupo de risco

Além disso, o presidente do Supremo se embasou em um relatório da Secretaria de Administração Penitenciária. O documento apontava a necessidade de realização de exames com profissionais especializados em proctologia, gastroenterologia, psiquiatria, cardiologia e urologia — exames estes não disponíveis no sistema prisional baiano. “Tantos os exames quanto os ambulatórios com as especialidades dependem da disponibilidade de agendamento na rede SUS, ligada à Secretaria Municipal de Saúde e à Secretaria de Saúde do Estado, podendo demorar um período que pode cursar com graves complicações na saúde do paciente, que podem cursar com aumento de morbidade e até mortalidade”, aponta o relatório em que se baseou a decisão de Toffoli.

Para Toffoli, “essas informações médicas, atestadas por profissional de saúde do Centro de Observação Penal (COP), não deixam dúvidas de que o requerente não só integra o grupo de risco como apresenta comorbidades preexistentes que evidenciam seu fragilizado estado de saúde, com risco real de morte”.

Geddel foi preso em 2017 e inicialmente cumpria pena na penitenciária da Papuda, no Distrito Federal. No ano passado, no entanto, ele foi transferido para a Bahia. Segundo o Ministério Público Federal, Geddel é o proprietário de R$ 51 milhões encontrados em bunker montado em um apartamento em Salvador associado ao ex-ministro.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 comentários

  1. Qual o problema desse bandido esperar os médicos do SUS para fazer os exames. Minha mãe está á espera a quase dois anos para uma cirurgia de retirada de placas da coluna, e ela é uma senhora debilitada e sofre a a espera da cirurgia, e este traste não pode. O STF a serviço dos corruptos.

  2. Mas… o isolamento não era eficaz no combate à disseminação do coronavírus? O que mudou? Não foi o STF, em votação unanime, que deu poderes a prefeitos e governadores para fechar tudo e isolar as pessoas? Quer dizer que em bandidos importantes a transmissão do vírus só se dá em isolamento?
    Essa esquerda do Brasil é uma vergonha! Dá náuseas.

  3. Até quando vamos assistir passivamente essas afrontas do STF?
    Manifestação de rua, já fizemos várias; gritamos, xingamos, esperneamos, levantamos bandeiras, etc. Nosso Presidente virou refém do congresso e desse órgão podre que é o STF…o que fazer? Onde estão os comandantes das Forças Armadas (Exército, Polícia Militar e da Marinha); também viraram reféns? Pois é, todas essas perguntas carecem de respostas e atitudes, simplesmente nos tornamos vítimas do Poder Absolutista da Toga. Bandidos de estimação, tais como: Lula, José Dirceu, Aécio, Michel Temer, agora soltam esse Geddel (preso em flagrante, com mala contendo mais de 50.000.000 de reais em dinheiro vivo)…enfim, difícil enumerar aqui a quantidade desses criminosos de estimação, alguns presos e soltos, outros
    com crimes flagrantes, provados perante às câmeras de tvs, todos protegidos na “cara dura” pelo STF. Pelo amor de Deus autoridades, façam valer o artigo 142 da nossa Constituição, infelizmente não há outra saída.
    Revoltante tudo isso…

  4. O Brasil tá na roça…..como pode um ministro do Supremo ter uma atitude dessas…..soltar um criminoso com essa alegação….isso é chamar os brasileiros de palhaços….sem comentários precisamos reagir gente.

    1. Esse advogado do PT é um vagabundo mesmo, o amigo do amigo do meu pai, censor da Cruzoe, comedor de propina da Odebrecht, esposo de advogada q tem grande sucesso nos grandes tribunais sem nunca ser reconhecida como Jurista.
      Não passou em concurso de Juiz, Jurista sem nenhuma obra literária.
      Esse é o malandro mor do STF, pior do q ele só o Gilmar, o Lex Luthor a Rosa Podre o Lewandoski q perdou a maior Ladra do Brasil, a terrorista assassina Dilma, e demais vagabundos do Supremo Tribunal de Exceção.
      Todos merecem prisão perpétua.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site