TRF-1 sofre ataque hacker e site está fora do ar

Assessoria confirma o ataque e diz que o banco de dados do tribunal "está em manutenção para analisar uma possível falha na segurança"
-Publicidade-

Assessoria confirma o ataque e diz que o banco de dados do tribunal “está em manutenção para analisar uma possível falha na segurança”

TRF-1
TRF-1, em Brasília | Foto: Reprodução/TRF-1
-Publicidade-

Um ataque hacker atingiu, nesta sexta-feira, 27, os sistemas do Tribunal Regional da Primeira Região (TRF-1). Os invasores dizem ter obtido acesso a arquivos em mais de 40 bases de dados do tribunal.

O ataque foi comemorado nas redes pelos invasores, que afirmaram ter capturado os dados e que, dessa forma, conseguiram mostrar a “vulnerabilidade” do sistema do TRF-1. O tribunal, que abrange casos de 13 Estados e do Distrito Federal, é o que abriga mais processos no país.

Leia mais: Kajuru ameaça renunciar se STF liberar reeleição de Maia e Alcolumbre

Em um site usado por hackers para expor vazamentos, foram publicados nomes de arquivos que estariam em quatro das 47 bases de dados do TRF-1 acessadas pelos invasores.

Os arquivos, no entanto, não foram publicados. O site do tribunal está fora do ar.

Ao Estadão, a assessoria do TRF-1 confirma o ataque e diz que o banco de dados do tribunal “está em manutenção para analisar uma possível falha na segurança”.

“A equipe do tribunal está avaliando agora, mas a princípio houve somente uma divulgação de material que já era de domínio público”, afirma o tribunal.

Com informações do Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Gostaria muito que alguém da revista explorasse o que anda nas redes sociais. Eu, pessoalmente, tenho a impressão que o culpado desses ataques de hackers é o STF através de alguns ministros. Por que? Eles não foram duros com o pseudo jornalista Grenwald e seus amigos criminosos. Agora, toda aquela gente sabe os códigos e chaves para entrar em qualquer órgão do governo, pois quem roubou dados da lava-jato ficou sabendo de muitos segredos de sistemas e agora venderam para outros no mundo todo. Se o Gilmar Mendes tivesse endurecido, prendido os caras, eles teriam medo e não espalhariam o que sabiam para outros kackers. Assim, data venia, o STF é culpado por toda esta onda de ataques cibernéticos. O povo brasileiro deveria fazer um abaixo assinado para entregar na ONU denunciando os horrores do STF brasileiro.

  2. Ainda bem que a Urna eletrônica é segura!!!
    Precisa urgente implantar voto impresso conferido pelo eleitor antes de depositar em urna específica.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.