-Publicidade-

Tribunal Misto forma maioria para prosseguimento de impeachment de Witzel

Governador afastado está sendo processado pelo crime de responsabilidade e é suspeito de envolvimento em desvios de dinheiro da saúde
Governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel | Foto: Philippe Lima
Governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel | Foto: Philippe Lima

Governador afastado está sendo processado pelo crime de responsabilidade e é suspeito de envolvimento em desvios de dinheiro da saúde

Wilson Witzel
Governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel | Foto: Philippe Lima

O Tribunal Especial Misto decidiu nesta quinta-feira, 5, prosseguir com o processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

O colegiado é formado por cinco desembargadores e cinco deputados estaduais. Seis dos 10 integrantes já votaram pela aceitação da denúncia. Ainda falta a manifestação dos outros quatro.

LEIA MAIS: Eike Batista terá de devolver R$ 800 milhões aos brasileiros

O processo de impeachment começou na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, onde os deputados decidiram, em setembro, afastar o governador. Witzel já estava afastado do cargo por decisão do Superior Tribunal de Justiça desde 28 de agosto.

Ele está sendo processado pelo crime de responsabilidade e é suspeito de envolvimento em desvios de dinheiro da saúde, o que ele tem negado.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês