TRT-RJ afasta desembargadores e juiz presos na Operação Mais Valia

Decisão por unanimidade vale por prazo mínimo de 90 dias
-Publicidade-
Fachada do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Fachada do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região | Foto: Divulgação

O Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT-RJ) decretou nesta quinta-feira, 4, por unanimidade, o afastamento cautelar dos quatro desembargadores e um juiz presos na Operação Mais Valia. A decisão aconteceu numa sessão extraordinária telepresencial. Por unanimidade, foi decretado o afastamento cautelar, por tempo indeterminado não inferior a 90 dias, dos seguintes desembargadores: Marcos Pinto da Cruz, Antônio Carlos de Azevedo Rodrigues, Fernando Antônio Zorzenon da Silva e José da Fonseca Martins Junior, além do juiz do trabalho Múcio Nascimento Borges.

Segundo a corte, a medida disciplinar tem como base o parágrafo 1º do artigo 15 da Resolução 135/2011 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os magistrados se encontram presos em Benfica. A Operação Mais Valia é um desdobramento da Operação Tris in Idem, que em agosto de 2020 afastou do cargo o então governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), na crise dos gastos na pandemia. O Ministério Público Federal (MPF) apura o pagamento de vantagens indevidas a magistrados que, em contrapartida, teriam beneficiado integrantes do esquema criminoso supostamente instalado no governo Witzel — que, no mês passado, virou réu por corrupção e lavagem de dinheiro. As informações são do G1.

Leia também: “Ministério Público denuncia Wilson Witzel por 5 crimes”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. O criminoso é uma vítima da sociedade. A pessoa só comete crime por causa desse sistema capitalista opressor. A pessoa vê uma propaganda de um celular ou uma roupa na Tv e não pode comprar. Aí ela, que não teve educação de qualidade, vai lá e comete o crime. Não, pera!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site