‘Vai vendo, Brasil’: Marcos Rogério apresenta relatório alternativo ao de Renan

No relatório, senador afirma que a CPI da Covid não levantou nenhuma prova contra Bolsonaro e integrantes do governo
-Publicidade-

O senador Marcos Rogério divulgou um relatório final alternativo ao parecer apresentado pelo relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL). O documento é intitulado: “Vai vendo, Brasil: as narrativas de uma CPI e os crimes não investigados” (íntegra abaixo).

No relatório, o senador da base do governo afirma que a comissão não levantou nenhuma prova contra Bolsonaro e integrantes do governo e diz que a vacinação contra a covid-19 no Brasil foi um sucesso.

-Publicidade-

No caso das denúncias sobre supostos crimes de corrupção na compra de vacinas, o parlamentar afirma que não “não foi possível comprovar, nem pelos depoimentos e nem pelos documentos recebidos pela CPI, o cometimento de ilícitos e de corrupção na aquisição de vacinas por parte do governo federal”.

O senador propõe rejeitar o relatório de Renan Calheiros, encaminhar informações a órgãos de controle para a investigação de Estados e municípios e enviar sugestões ao governo federal para incrementar as medidas de combate à pandemia, sem apontar crimes.

“Como visto, ao longo da CPI, restou claro que se pretendia confirmar uma narrativa política que busca atribuir ao presidente da República a total responsabilidade desse grave problema de saúde pública, sem, em nenhum momento, considerar a atuação dos governadores de Estado e do Distrito Federal e dos prefeitos, no enfrentamento da pandemia”, diz o parecer.

Relatório completo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. “Quando você perceber que para produzir, precisa pedir licença a quem não produz coisa alguma; quando perceber que o dinheiro flui mais para quem negocia, não com bens, mas com favores; quando perceber que, mais do que pelo trabalho, muitos enriquecem com o suborno e tráfico de influência, quando perceber que as leis não nos protegem deles, mas, ao contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício, então poderá afirmar, sem temor algum de errar, que a sua sociedade está condenada”.

    Ayn Rand (1905 – 1982), escritora, dramaturga, roteirista e filósofa norte-americana de origem judaico-russa.

  2. A esquerda e corrupção são as maiores pragas do mundo e no Brasil uma parte da da imprensa e uma parte da população querem a volta da esquerda e a corrupção. Revolução já!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.