YouTube derruba vídeos pró-cloroquina de Bolsonaro

As novas diretrizes da big tech impedem a publicação de conteúdo a favor do remédio no enfrentamento da covid-19
-Publicidade-
Quem procurar os vídeos no canal do presidente vai se deparar com a tela acima
Quem procurar os vídeos no canal do presidente vai se deparar com a tela acima | Foto: Reprodução/YouTube

Onze vídeos do canal do presidente Jair Bolsonaro no YouTube foram derrubados nesta quinta-feira, 27 — a página segue ativa. Todos tratavam da hidroxicloroquina (HCQ), utilizada no tratamento precoce contra a covid-19. O levantamento é da empresa de análise de dados Novelo Data, informou o portal G1. A censura ocorreu depois de a plataforma de vídeos atualizar seus termos de uso. Em abril deste ano, a big tech definira a remoção de conteúdo a favor do medicamento, além do vermífugo ivermectina. A justificativa é a de que os remédios não têm comprovação científica no enfrentamento do coronavírus.

“‘Dizer que o tratamento precoce não tem efeito é mentira’, afirma presidente do CFM”

-Publicidade-

Estabelecem as novas diretrizes do YouTube que “não é permitido o envio de conteúdo que dissemine informações médicas incorretas que contrariem as orientações da Organização Mundial da Saúde”. O organismo internacional não defende a utilização das drogas citadas anteriormente, com a finalidade de se vencer a doença provocada pelo patógeno. Reportagens da Revista Oeste mostraram que pacientes com covid-19, e que fizeram uso da HCQ, melhoraram dos sintomas. Além disso, milhares de especialistas defendem a terapêutica preventiva como ferramenta no combate ao microrganismo.

Leia também: “A solução que venceu a ideologia”, reportagem publicada na Edição 3 da Revista Oeste

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comments

  1. Liberdade pra que, não é mesmo. Uma empresa privada (parece mais uma latrina) determina o que pode e o que não pode (de acordo com seus próprios conceitos). Simples assim.
    Uma total inversão de valores.

  2. Quando a censura é exercida pelo ditador de plantão (o que é inaceitável), ainda vá lá, afinal é o “estado”. Mas, muito pior que isso é a censura sendo exercida por entes particulares: Os milionários globalistas donos das mega redes sociais.

  3. Vergonhosa atitude. Eu e meu marido tivemos Covid19 há 1 ano. Sou asmática e hipertensa, meu marido tem 80 anos, cardiaco, tem 1 stent e marca-passo. Meu plano de saúde me deu o Kit Covid: Ivermectina, Hidroxicloroquina, Azitromicina, Vitamina C e D. Não ficamos internados, fui tratada em casa. Os médicos ligavam 2 vezes por dia para controle. Em pouco mais de uma semana já não tínhamos nada. no próximo exame já deu negativo. Depois disso, ja fizemos uns 8 exames. Todos negativos. Muito triste que a esquerda politizou o vírus. O governador de São Paulo então esta agindo como um ditador pernóstico!

    1. Os maiores bilionários do mundo e a indústria midiática incluindo as redes sociais e YouTube são tipicamente de esquerda, esperar que estes apóiem o PRESIDENTE seria inocência da nossa parte, mas ir contra algo que pode salvar vidas é a comprovação de que o que realmente importa é barrar um governo honesto e democrático, mesmo que tais tentativas impliquem em desinformação, produção de mentiras e apoio a pautas maléficas e inúteis.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site