Popularidade do presidente da Argentina despenca - Revista Oeste

Edição da semana

Em 8 set 2020, 17:30

Popularidade do presidente da Argentina despenca

8 set 2020, 17:30

Política econômica e estratégias malsucedidas adotadas contra o coronavírus afetaram a imagem de Alberto Fernández

presidente da argentina

O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER

Em razão das medidas de combate adotadas contra o coronavírus e das estratégias econômicas de governo, o presidente peronista Alberto Fernández perdeu capital político. A imagem negativa dele atinge, hoje, 43,3%, superando dessa forma os 40,6% de índice positivo e 15,5% de neutro, conforme pesquisa da consultoria Synopsis. A Argentina é o país da América Latina com o isolamento social mais prolongado — no início da pandemia, 80% da população aprovou o confinamento.

Contudo, no mês passado, movimentos tomaram as ruas para protestar contra a reforma do Judiciário do governo federal.

De acordo com a oposição, a medida beneficia a vice-presidente Cristina Kirchner, que carrega nas costas uma penca de processos. Além disso, Fernández tem aplicado medidas intervencionistas no mercado que desagradaram o empresariado e, sobretudo, a classe média. Entre elas, a proposta para estatizar o quarto maior produtor de soja do país, a Vicentín, congelar tarifas de serviços de televisão paga, internet e telefonia celular. E, recentemente, taxar grandes fortunas. Não só, o presidente também teceu elogios ao coronavírus.

Leia também o artigo do consultor Leonardo Coutinho sobre a Argentina, que foi publicado na edição n° 23 da Revista Oeste

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. É impressionante como ele ainda tem 40,6% de aprovação. O PT de lá tem mais gente.

    Responder
  2. Incrível como a esquerda” ama” o vírus. Acho que , como não consegue ” mudar” o mundo conforme suas fracassadas idéias, ficam torcendo para uma calamidade destruir o mundo vitoriosos do capitalismo. Só isso para explicar como eles ficam quase orgasmicos ante as economias em frangalhos e vidas sendo atingidas.

    Responder
  3. Até quando os argentinos vão aturar esses “Peronistas”?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

As piores eleições do mundo

A cura para a desgraça que são as eleições brasileiras é um conjunto de meia dúzia de providências simples como a tabuada

EUA — O que está em jogo

Em confronto, duas visões antagônicas sobre temas como geopolítica e comércio internacional, impostos e saúde, clima e energia, China e Oriente Médio

Meio ambiente é causa conservadora

Conservadores não podem se eximir da responsabilidade e reforçar a ideia de que preservação ambiental é pauta da esquerda

O plebiscito dos mentecaptos

Acaba o auxílio emergencial, mas começa a campanha emocionante do Ricardo Barros pelo plebiscito — e emoção é alimento espiritual

Nova Constituição para quê?!

Uma Carta ruim como a nossa deve ser reformada, e não anulada para que outra seja escrita. Essa é a solução conservadora

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O pai, o filho e o deboche

O pai, o filho e o deboche

A ideia geral de que não se deve praticar certas coisas em público, porque “pega mal”, parece caminhar rapidamente...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 32 — 30/10/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês