Portinho será novo senador a partir da próxima semana - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 28 out 2020, 16:20

RJ terá novo senador a partir da próxima semana

28 out 2020, 16:20

Posse ocorre após a morte de Arolde de Oliveira

carlos francisco portinho no senado

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Confirmado. Eleito primeiro-suplente em 2018 na chapa encabeçada por Arolde de Oliveira, Carlos Francisco Portinho assumirá a função de senador pelo Estado do Rio de Janeiro. A posse dele será realizada em solenidade virtual programada para a tarde da próxima terça-feira, 3.

Leia mais: “Aécio reaparece e propõe punir quem não se vacinar”

Filiado ao PSD, Portinho terá a responsabilidade de substituir um colega do mesmo partido. Isso porque ele chega ao Senado por causa da morte de Arolde, que aos 83 anos foi vítima de falência múltipla dos órgãos na última semana, conforme registrou Oeste.

Com a morte do titular, Portinho declarou que estava “consternado e triste”. Apesar do luto, ele confirmou que aceitará assumir o mandato no Congresso Nacional. De acordo com a legislação eleitoral, ele teria 30 dias corridos (no caso, até 30 de novembro) para aceitar o mandato de senador. Caso rejeitasse, a função ficaria com a segunda-suplente da coligação que elegeu Arolde de Oliveira no pleito de dois anos atrás: Renata Guerra (PSD).

O novo senador

A ida para o Senado Federal fará com Carlos Francisco Portinho estreie no Poder Legislativo. Aos 47 anos de idade, ele é advogado com especialização em direito esportivo. Além de atuar em clubes de futebol, chegando a ser vice-presidente jurídico do Flamengo, ele tem experiência política em cargos do Executivo. Foi secretário do Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro e secretário carioca de Habitação.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Se é rubro negro é bem vindo.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês