Presidente da Anvisa queixa-se de 'pressão por vacina' - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 29 out 2020, 12:20

Presidente da Anvisa queixa-se de ‘pressão por vacina’

29 out 2020, 12:20

Instituto Butantan interpelou a agência sobre suposta demora para liberar insumos que ajudam no desenvolvimento da Coronavac

presidente da anvisa

O diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra, em evento promovido pela agência | Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra, reagiu às críticas do Instituto Butantan sobre suposta demora do órgão para liberar a importação de insumos voltados ao desenvolvimento da Coronavac (vacina chinesa). “Não estamos tratando de uma lista de compras”, afirmou Barra, em entrevista ao jornal O Globo, na quarta-feira 28, ao destacar que a Anvisa tem de avaliar com cuidado a questão por se tratar de algo que pode oferecer risco à vida das pessoas. “O processo desse instituto deu entrada no dia 23 de setembro, mas temos que entender que ocorrem discrepâncias”.

“As discrepâncias apontadas foram atendidas parcialmente na noite do dia 22 de outubro e complementadas no dia 23 de outubro”, explicou Barra, esquivando-se de dizer se o Butantan estaria politizando a questão da vacina, para agilizar a aprovação do imunizante chinês. “O que espero é que a população continue confiando pelo menos na instituição que presido, que é quem tem a responsabilidade de dizer a um pai de família ‘vacine sua família’. Espero que a população nunca perca a confiança na Anvisa, justamente por isso me agarro e não abro mão da ciência, e deixo a política para os políticos”, concluiu.

Leia também: “Coronavac: as perguntas ainda sem resposta sobre a vacina chinesa”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 Comentários

  1. Caberia a PF ficar atenta para identificar qualquer tipo de pressão não republicana? E miito menos de alguma que venham da “REPUBLICA GENEOCIDA DA CHINA”

    Responder
  2. Espero que sm…

    Responder
  3. Isso é coisa da Dorinha calcinha.

    Responder
  4. Por que com tantos indícios de crimes do Dória calça apertada e mesmo assim a PF não prende esse cara?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O império dos sem-voto

Há cada vez mais pessoas que nunca receberam um único voto na vida, e não têm mandato nenhum, dizendo o que o cidadão deve ou não deve fazer

O mal de roupa nova

O Partido Democrata não esconde as intenções: quer mais coletivismo, menos autonomia dos Estados, maior controle exercido pelo Executivo central e intervenção na economia

A nova Torre de Babel

Ao contrário do mito bíblico, a torre atual está sendo edificada com base na confusão proposital das palavras por indivíduos desprovidos de inteligência e coragem

Segundo turno nupcial

“Ué, você tá torcendo pra mim?” / “Não sei. Estou indeciso”

A imprensa morre no escuro

A atividade que já foi chamada de “quarto poder” escorrega perigosamente para a irrelevância

O resgate de Tocqueville

O desprezo pelo cristianismo, tão comum em meios “progressistas”, representa um perigoso afastamento dos pilares norte-americanos

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês