Presidente da Argentina insiste e prolonga o isolamento - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 24 out 2020, 15:00

Presidente da Argentina insiste e prolonga o isolamento

24 out 2020, 15:00

País vive a quarentena mais extensa do mundo

presidente da argentina

Fernández e Kirchner têm sido alvos de vários protestos | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, bateu o pé e anunciou que vai estender até 8 de novembro o isolamento social. A medida vigora no país há 234 dias, sendo a mais prolongada no mundo. A decisão do governo esquerdista foi divulgada na sexta-feira 23. “Vamos ver os frutos que deram os 14 dias em que declaramos o isolamento. Por esse motivo, continuaremos nas mesmas condições que estamos hoje. Apesar da baixa na área metropolitana de Buenos Aires, ainda não podemos dizer que estamos tranquilos, porque há um número de contágios significativo”, afirmou Fernandez a apoiadores, durante visita à província de Misiones, na fronteira com o Brasil e com o Paraguai. Mesmo sob confinamento, os hermanos têm mais de um milhão de casos de coronavírus, conforme noticiou Oeste. E a população, exausta, tem ido às ruas protestar contra o governo, as medidas de isolamento e a péssima situação econômica.

Leia também: “O populismo pobre do presidente da Argentina”, reportagem publicada na edição n° 30 da Revista Oeste

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Um caso de amor com a tirania

Na França, é cada vez mais evidente o namoro com o autoritarismo sob o disfarce da racionalidade, da competência administrativa, do bem comum, da justiça social

O custo e o valor de ser ‘contrariador’

Prêmios como o ‘Contrarian Prize’ servem para aplacar o medo que muitos têm de se manifestar em defesa daquilo em que acreditam e assim reduzir o poder social do cancelamento cultural

Mentir e trancar é só começar

“Se você começar a proibir aglomeração em ônibus, vai faltar povo pra abastecer a quarentena vip, né?” / “Aí você captou tudo. Vidas doces importam”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Não é erro, é viés!

Não é uma tese conspiratória imaginar que há, sim, esquema nas pesquisas. Essa é uma possibilidade plausível

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

O ex-mártir

O ex-mártir

"O antigo santo da luta anticorrupção, bandido para a esquerda e traidor para os bolsonaristas é um homem como qualqu...
A descoberta do ano

A descoberta do ano

"Desde o primeiro caso de covid-19, boa parte dos políticos viram na epidemia uma belíssima oportunidade para tirar pr...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 37 — 04/12/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês