Presidente da Argentina insiste e prolonga o isolamento - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 24 out 2020, 15:00

Presidente da Argentina insiste e prolonga o isolamento

24 out 2020, 15:00

País vive a quarentena mais extensa do mundo

presidente da argentina

Fernández e Kirchner têm sido alvos de vários protestos | Foto: Divulgação/Alberto Fernández/ Instagram

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, bateu o pé e anunciou que vai estender até 8 de novembro o isolamento social. A medida vigora no país há 234 dias, sendo a mais prolongada no mundo. A decisão do governo esquerdista foi divulgada na sexta-feira 23. “Vamos ver os frutos que deram os 14 dias em que declaramos o isolamento. Por esse motivo, continuaremos nas mesmas condições que estamos hoje. Apesar da baixa na área metropolitana de Buenos Aires, ainda não podemos dizer que estamos tranquilos, porque há um número de contágios significativo”, afirmou Fernandez a apoiadores, durante visita à província de Misiones, na fronteira com o Brasil e com o Paraguai. Mesmo sob confinamento, os hermanos têm mais de um milhão de casos de coronavírus, conforme noticiou Oeste. E a população, exausta, tem ido às ruas protestar contra o governo, as medidas de isolamento e a péssima situação econômica.

Leia também: “O populismo pobre do presidente da Argentina”, reportagem publicada na edição n° 30 da Revista Oeste

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Uma seita chamada covid

Ficou liberada para o primeiro passante a utilização da palavra “ciência” na defesa de suas crenças ou de sua agenda pessoal

O sumiço dos estadistas

A pandemia é favorecida pela epidêmica mediocridade dos governantes do mundo inteiro

O ataque

A baderna no Capitólio é mais um sintoma da crise da democracia do que a causa de novos problemas

Rumo à utopix socialistx intersecionxl!

O propósito dos revolucionários é fazer parecer que quem se posiciona contra a ideologização da língua é contra respeitar as pessoas da forma como elas são

Coisas estranhas na medicina

Não é esquisito que a classe médica ignore os levantamentos objetivos demonstrando que as regiões mais trancadas são as que têm mais óbitos por milhão?

A cura na realidade virtual

Menos tarja-preta, mais algoritmos: a tecnologia passa a ser utilizada no tratamento de depressão, ansiedade e estresse pós-traumático

A nova luta de classes e a elite tecnocrática

A maior parte da população nos países ocidentais está sem nenhuma voz nos negócios públicos, exceto por gritos de raiva. Se isso não for revertido, a tendência é a revolta piorar

Por que há socialistas com mais de 30 anos

Duas razões: todos nós crescemos em famílias, que são pequenas comunidades socialistas; e na economia contemporânea é difícil estabelecer a conexão entre esforço e recompensa

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Fracasso governamental

“Os governos fracassaram de modo retumbante na crise do coronavírus. Mas também não há evidências de que o...

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês