Ana Paula Henkel: 'Quantas condenações vimos na Lava Jato?'

Edição da semana

Em 18 jun 2020, 14:50

‘Quantas condenações de políticos vimos na Lava Jato?’, pergunta Ana Paula Henkel

18 jun 2020, 14:50

Colunista da Revista Oeste questiona se o STF realmente atua em prol da verdade

ana paula henkel - stf - inquérito das fake news

Defesa do STF pela verdade é questionada por colunista da Revista Oeste | Foto: CANVA

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) formar maioria pela validade do inquérito das fake news, confirmando o que foi antecipado por Oeste, questionamentos surgiram a respeito da atuação da Corte. Ana Paula Henkel perguntou, por exemplo, se os ministros realmente trabalham em prol da verdade.

Leia mais:Assembleia de SP aprova multa para quem divulgar fake news

“Quantas condenações de políticos vimos na Lava Jato? Quantos processos engavetados? Quantos amigos da corte foram soltos?”, perguntou, por meio de seu perfil no Twitter, a colunista da Revista Oeste. Nesse sentido, ela aproveitou a rede social para apoiar a hashtag #STFVergonhaNacional.

Assim, Ana Paula Henkel lançou outras perguntas direcionadas à Corte. “Já imaginaram onde estaríamos como nação se o STF nos últimos anos tivesse mostrado o mesmo zelo, empenho e dedicação ‘pela verdade’?”, divulgou a colunista. No ar desde ontem, a publicação da articulista viralizou. A saber: foram mais de 15 mil retuítes e 59 mil curtidas.

Não está só

A colunista da Revista Oeste não está só nas críticas ao STF. Desde que a ação no âmbito do inquérito das fake news foi autorizada, a Corte tem sido alvo de questionamentos. Nesse sentido, o procurador-geral da República, Augusto Aras, chegou a afirmar que a ação “exorbitou o limite“.

Procuradora regional da República em Porto Alegre, Thaméa Danelon listou motivos que, de acordo com ela, tornavam tal inquérito ilegal. “Viola o sistema acusatório (juiz não pode investigar, apenas o MP e a polícia”, destacou, conforme divulgado por Oeste no fim de março.

Juristas também registraram entendimento dessa forma. “Salta aos olhos o fato de, a um só tempo, o ministro ser vítima, acusador e julgador”, garantiu deputada estadual pelo PSL de São Paulo Janaína Paschoal. “Esse inquérito subverte todas as regras inerentes ao devido processo legal”, enfatizou posteriormente a jurista que foi uma das autoras do pedido que levou Dilma Rousseff ao impeachment.

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES:O terrorismo virtual e a defesa da verdade” — artigo de Ana Paula Henkel publicado na 12ª edição da Revista Oeste

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Queremos saber o que vai ser feito, pois os 11 irão apoiar esta medida criminosa e serão todos conviventes com um crime. Se o Senado através de seu suíno presidente não se pronuncia, quem vai destituir este covil supremo?

    Responder
  2. Gostaria de saber a opinião do senado e do congresso como um todo.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês