Reino Unido deverá retirar chinesa Huawei da rede 5G - Revista Oeste

Em 5 jul 2020, 11:15

Reino Unido deverá retirar chinesa Huawei da rede 5G

5 jul 2020, 11:15

Sanções dos Estados Unidos aumentaram as preocupações de segurança em torno da empresa chinesa de telecomunicações

Boris Johnson

Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido | Foto: Pippa Fowles/Downing Street

Existe a expectativa de que em julho o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, elabore planos para começar a eliminar a Huawei das redes de telefonia 5G.

A informação é do jornal Financial Times e foi divulgada neste domingo, 5.

A mudança de postura ocorre depois de avisos de que as sanções do governo Trump minaram a capacidade da fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações de abastecer o mercado britânico.

LEIA MAIS: Trump: ‘Revolução cultural de esquerda foi projetada para derrubar a revolução americana’

As sanções visavam impedir o acesso da empresa a semicondutores feitos com equipamentos norte-americanos, aumentando o medo em Londres de que a Huawei fosse forçada a usar tecnologia alternativa com novos riscos de segurança.

Johnson disse na semana passada que a Grã-Bretanha estava preocupada com a segurança de “fornecedores hostis do estado”.

Como destaca o Financial Times, Johnson tomaria uma decisão sobre o futuro papel da Huawei neste mês. O governo do Reino Unido se recusou a comentar.

A remoção da Huawei, que o governo havia concordado anteriormente deveria ter uma participação de até 35% no mercado de 5G, desaceleraria a implantação das novas redes de telefonia móvel.

A imposição da China de uma nova lei de segurança em Hong Kong aumentou a tensão entre Londres e Pequim, com parlamentares exigindo que Johnson assuma uma posição firme em suas negociações com a empresa chinesa de equipamentos de telecomunicações.

No mês passado, a Huawei recebeu autorização para construir uma nova unidade de pesquisa e fabricação de chips de US$ 1 bilhão em Cambridgeshire.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias