Os principais acontecimentos da semana - Revista Oeste

Em 26 abr 2020, 18:20

Os principais acontecimentos da semana

26 abr 2020, 18:20

Oeste selecionou as notícias mais importantes para manter você bem informado

Foto: daherjr/Pixabay

Segunda-feira, 20: o Senado votou a ampliação do “coronavoucher” para mais de 40 categorias de trabalhadores, que receberão o auxílio emergencial do governo, de R$ 600, por três meses. O Contrato Verde e Amarelo, MP que também seria votada, foi revogada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Terça-feira, 21: enquanto 12 Estados brasileiros começaram a retomar suas atividades econômicas após o confinamento social devido ao coronavírus, divergências dentro do governo federal paralisaram a pauta de redução dos salários dos servidores, necessária, mas não admitida por setores como o militar, dentro da União.

Quarta-feira, 22: enquanto o ministro Paulo Guedes afirmava que o Brasil sairia da crise com reformas administrativas e responsabilidade fiscal, seu colega da Casa Civil, Walter Braga Netto, anunciava o Programa Pró-Brasil, que, aparentemente, foi pensado sem comunicação com a equipe econômica. No mesmo dia, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, também deixava claro que acha que quem deve arcar com os custos da pandemia de coronavírus é a União.

Quinta-feira, 23: enquanto o movimento Vem pra Rua anunciou campanha contra o auxílio bilionário a Estados e municípios, uma pesquisa feita pelo Google mostrou que 70% dos brasileiros tiveram a renda afetada pelo confinamento por causa do coronavírus.

Sexta-feira, 24: logo pela manhã é publicada a demissão do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, no Diário Oficial da União (DOU). Com isso, às 11 horas, o então ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro pede demissão e declara que a troca na diretoria da PF pelo presidente Jair Bolsonaro foi feita sem seu conhecimento, apesar de sua assinatura eletrônica constar no DOU, e porque o presidente tem a intenção de interferir em investigações da corporação. Às 17 horas, pressionado, Bolsonaro fala aos jornalistas no Palácio do Planalto e afirma que a demissão de Valeixo foi a pedido deste, que só se envolveu em investigações da PF duas vezes (no caso do porteiro de seu condomínio e quando seu filho Renan foi “acusado” de namorar a filha de um suspeito de matar Marielle Franco). Afirmou também que Moro mentiu ao dizer que não sabia da demissão do diretor da PF, porque, quando comunicado, disse que não só queria indicar o substituto, como também pretendia uma vaga no Supremo Tribunal Federal para aceitar a troca.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. Pelos últimos acontecimentos, posicionamento no ex-ministro com a Globolixo, apelos de Alexandre de Moraes pelo manutenção do inquérito ilegal do STF, temos uma situação estranha.
    A cada dia, Moro se distancia da dignidade e idoneidade que se pensava ter. Lamentável.

    Responder
    • Concordo que a fala e a atitude de Moro, me deixou muitas dúvidas sobre a “lisura” do seu caráter…se tivesse boas intenções de lutar pela reconstrução do Brasil, agiria diferente do q fez indo à Globosta dar entrevista e mostrando print de “conversa” que teve com sua afilhada de casamento… não foi atitude de gnt do bem e sim de juiz que sofre de JUIZITE”…enfim não estou gostando dessa história de levantar suspeitas sobre Bolsonaro, o qual vejo bem intencionado e jogando conforme permitem os abutres da nação. Torço pra que ele se segure no governo até 22 apesar das boladas contra ele. Quero o Maia e Alcolumbre fora das cadeiras onde só sentaram até hoje bundas sujas de cabeças vagabundas e aproveitadoras! Enfim, todos sabemos que os abutres dentre os quais estão Dirceu e o Carniça não brincam, não dormem e não respeitam ninguém no jogo de voltar a controlar e destruir nossa Pátria…Devemos nos unir e cerrar fileira com BOLSONARO do jeito que é e faz, do que abrir brecha pra urubuzada ! #FechadoComBolsonaro

      Responder
      • Concordo totalmente com vc, Jocelaine. Vejo muita gente demonizando o PR e santificando o Moro. O ex- ministro é um ser humano cheio de defeitos tbm. Colocam ele como a melhor pessoa do planeta, mas creio seu em breve irão se arrepender e se decepcionar

        Responder
  2. UFC Político. A platéia deveria ser dispensada de financiar este UFC. Os gastos com os Três Poderes são exorbitantes e os brasileiros já estão sem fôlego para assumir gastos extras como o Fundo Eleitoral, por exemplo. A fonte secou. A galinha dos ovos de ouro está na UTI, e não sabe se vai sair de lá. No momento, não há outra alternativa que não seja uma Trégua entre os Três Poderes, para Poupar o cidadão e garantir a sua sobrevivência até o fim desta Pandemia que está causando estragos e tristeza em todo o Planeta.

    Responder
    • “Quando a putrefação se instala é chegada a hora dos carniceiros atuarem. Roberto Jeferson o urubu-rei já pousou no ombro do defunto. O debate político já está precisando de algo NOVO30

      Responder
  3. A Revista Oeste se tornou um oásis em meio a tanto jornalismo tendencioso. Nos últimos 2 anos este lugar tinha sido de O Antagonista, mas por algum motivo, eles passaram a reproduzir notícias de órgãos da grande imprensa os quais perderam totalmente a credibilidade. Hj eu leio algo em outro lugar e venho aqui conferir. Espero muito q continue assim.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias