Ritmo de contaminação do coronavírus no Brasil desacelera a cada semana - Revista Oeste

Em 30 jun 2020, 09:04

Ritmo de contaminação do coronavírus no Brasil desacelera a cada semana

30 jun 2020, 09:04

Nos últimos sete dias, o crescimento no número de novos casos não chegou a 24%

Apesar de os casos confirmados de coronavírus aumentarem em números absolutos a cada semana, quando se analisa o crescimento proporcional, constata-se que o ritmo de contaminação começou a desacelerar no Brasil já em meados de março.

Observando os registros desde o dia 1º dia daquele mês, o aumento na proporção de novos casos sempre esteve em queda de uma semana para outra, até chegar aos 23,9% atuais.

A curva de óbitos apresenta leve queda. Na semana que se encerrou no domingo 28, 7.005 pessoas morreram em decorrência do vírus chinês, média diária de 1.000,71. Nos sete dias anteriores, contudo, o número ficou em 7.285 — ou 1.040,71 por dia.

Em vez de chamar atenção para isso, os adeptos do confinamento eterno e do jornalismo funerário preferem focar em dados bem mais aterrorizantes.

Leia também: “Mortes por covid-19 têm maior queda semanal em SP desde março”

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. Errado. Esses números acima de 1000 “mortes diárias” são os de NOVOS REGISTROS DIÁRIOS

    Responder
    • Este jornal é da extremíssima direita.
      Tá certo a desinformação.
      Modus Operandi ligado!

      Responder
  2. A queda no ritmo de contaminação vai deixar muita gente triste.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias