Saiba mais sobre o ministro das Comunicações - Revista Oeste

Em 11 jun 2020, 12:30

Saiba mais sobre o ministro das Comunicações

11 jun 2020, 12:30

Deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) é genro de Silvio Santos, filiado ao PSD desde 2011 e tem bom trânsito com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF)

Fábio Faria (PSD-RN) tem boa interlocução com o Congresso e o STF Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O novo ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN), é visto como um conciliador. É amigo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e tem bom trânsito no Congresso e no Supremo Tribunal Federal (STF). E se reúne com frequência o gabinete do presidente Jair Bolsonaro.

Além das atribuições inerentes ao cargo de ministro, Faria terá um papel como articulador. Afinal, é natural que ministros de Estado façam a ponte política e institucional da pasta. Caberá a ele apaziguar os ânimos e estabelecer pontes entre o Executivo e os demais poderes em assuntos do ministério e do governo.

A influência de Faria na Câmara é significante. Ele era o titular da Terceira-Secretaria da Mesa Diretora da Câmara. A estrutura é a responsável por autorizar previamente a deputados o reembolso das despesas com passagens aéreas no caso de afastamento do território nacional. Outra atribuição é a responsabilidade por examinar os requerimentos de licença e justificativa de faltas, encaminhando à decisão da Mesa aqueles que constituírem casos omissos.

O ministro é filiado ao PSD desde a criação do partido, em 2011. A legenda compõem o chamado Centrão na Câmara. A longevidade na legenda o aproximou do presidente nacional, Gilberto Kassab, que foi ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações na gestão Temer.

Família

O agora deputado licenciado é genro do apresentador Sílvio Santos. Desde 2013, Faria é casado com a apresentadora e empresária Patrícia Abravanel. O casal tem três filhos, Pedro, Jane e Senor. Sua esposa é a segunda filha do casamento entre Sílvio e a empresária Íris Abravanel.

A ligação do ministro com a política não é recente. Seu pai, Robinson Faria, é ex-governador do Rio Grande do Norte. Ele geriu o estado ao longo dos últimos quatro anos. Antes, foi vice-governador na gestão de Rosalba Ciarlini. O pai também foi presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte entre 2003 e 2010.

Propostas

Em 2019, Faria apresentou dois projetos de lei ligados ao ministério que vai comandar. Em fevereiro, protocolou o PL 899/19, que sugeria a apresentação de aviso de classificação etária dos conteúdos audiovisuais disponibilizados nas plataformas de compartilhamento de vídeos na internet. O texto foi apensado a outra matéria, o PL PL 2415/1996.

A outra sugestão apresentada, em maio, é o PL 2.866/19, que dispõe percentuais mínimos de informações a serem obtidas pela internet na realização do Censo Demográfico pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A matéria aguarda o parecer do relator na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI).

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. A Patricia Abravanel é uma boa pessoa, até onde sei uma pessoa íntegra. Vamos ver se o agora Ministro vai honrar a confiança de Bolsonaro.
    DEUS NOS PROTEJA DE ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO NESTE GOVERNO!

    Responder
  2. Prefiro confiar no PR JB. Mas espero por resultados significativos.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias