-Publicidade-

Ao lado de Doria, Maia defende diálogo com Bolsonaro

Presidente da Câmara afirmou que com diálogo, Bolsonaro irá autorizar todas as vacinas que forem autorizadas pela Anvisa
Presidente da Câmara participou de coletiva com João Doria em SP | Antônio Molina/Estadão Conteúdo
Presidente da Câmara participou de coletiva com João Doria em SP | Antônio Molina/Estadão Conteúdo

Presidente da Câmara afirmou que com diálogo, Bolsonaro irá autorizar todas as vacinas que forem autorizadas pela Anvisa

Bolsonaro
Presidente da Câmara participou de coletiva com João Doria em SP | Antônio Molina/Estadão Conteúdo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse acreditar “no bom diálogo” estabelecido entre o Parlamento e o presidente Jair Bolsonaro para acabar com a guerra das vacinas. O democrata esteve com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nesta sexta-feira, 23.

“Tenho certeza que quando a vacina tiver aprovação da Anvisa a gente conseguirá sim, com diálogo com o presidente da República, autorizar não só essa como todas as vacinas”, disse ele, referindo-se ao imunizante chinês desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac.

Já o governador João Doria cobrou independência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com ele, o órgão estaria atrapalhando a importação de insumos para a produção da vacina.

Leia Mais: “Vacinação sem vacina”, de Guilherme Fiuza, colunista da Revista Oeste

“No momento em que tivermos uma agência reguladora rompendo com seu compromisso, será o caos”, advertiu.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Dois nobres cavalheiros, em nome do “ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO”.
    A grande charge comunista, obrigatoriamente declarada p inst cooptadas.

  2. Desde que tivermos a liberdade de escolher ou não sermos vacinados .
    Podem comprar quantas doses quiserem. Respeitem pelo menos a nossa liberdade.
    Arrependimento total de ter ajudado eleger o atual governo de São Paulo.

  3. Maia e Doria perderam a noção da realidade, pouco importa o bem estar da população, querem disputar força.
    Lembrem o Presidente não está só!
    Cansamos de teatro.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês