-Publicidade-

Doria corta 12% das verbas destinadas a hospitais

A medida já está em vigor e vale para convênios já firmados
Governador de São Paulo que o corte de gastos foi necessário
Governador de São Paulo que o corte de gastos foi necessário | Foto: Adeleke Anthony Fote/Futura Press/Estadão Conteúdo

O governo João Doria (PSDB) publicou uma resolução que reduz em 12% os repasses mensais do Estado em convênios na área da saúde que não são ligados à covid-19. A medida já está em vigor e vale para convênios já firmados, afetando santas casas, hospitais filantrópicos, prefeituras, fundações e entidades da administração direta.

Segundo a resolução, o corte foi necessário diante das despesas com insumos e serviços contra a pandemia e para manter a austeridade nos gastos e o equilíbrio das contas públicas.

A resolução determina ainda que não haja “prejuízo dos serviços prestados à população, cuja qualidade deverá ser preservada”.

Leia também: “Produtores rurais de São Paulo mantêm ‘tratoraço’ mesmo com recuo de Doria”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês