-Publicidade-

OMS pede aumento da produção mundial de dexametasona

OMS pede aumento da produção mundial de dexametasona
Presidente da OMS, Tedros Adhanom | Foto: ITU Pictures
Presidente da OMS, Tedros Adhanom | Foto: ITU Pictures

Organização enfrenta críticas por posturas no enfrentamento à pandemia

Presidente da OMS, Tedros Adhanom | Foto: ITU Pictures

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, pediu nesta segunda-feira, 22, o aumento da produção mundial de dexametasona para enfrentar a Covid-19.

Em coletiva de imprensa online, ele, disse no entanto, que o próximo desafio é “aumentar a produção e distribuir o medicamento de maneira rápida e equitativa em todo o mundo, especialmente nos países mais necessitados”.

LEIA MAIS: OMS volta a desmentir a… OMS

Além disso, Tedros Adhanom disse que a orientação é que o medicamento seja usado somente em casos graves e sob supervisão médica.

A OMS tem sido questionada por posturas adotadas diante da pandemia. A organização, por exemplo, voltou atrás duas vezes em estudos com a cloroquina.

LEIA MAIS: Médico da OMS critica resposta ‘imprecisa e equivocada’ da entidade

Segundo estudos da Universidade de Oxford, no Reino Unido, o tratamento com dexametasona pode ajudar na recuperação de pacientes graves com a covid-19.

O ensaio clínico britânico aponta que o medicamento diminui em um terço o risco de óbito entre os internados com ventiladores mecânicos.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. quem tiver curiosidade, buscar a bula do medicamento e ver reações adversas ou efeitos colaterais… por que nesse caso não há problemas? dá arritmia também…

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês