Biden colocará os EUA de volta à OMS - Revista Oeste

Em 7 jul 2020, 21:00

Se vencer Trump, Biden colocará os EUA de volta à OMS

7 jul 2020, 21:00

Democrata promete retomar parceria com a entidade de saúde

joe biden - oms - trump

Biden quer EUA parceiros da OMS | Foto: DIVULGAÇÃO

Se o Partido Democrata vencer a eleição presidencial norte-americana, os Estados Unidos irão retomar o financiamento destinado à Organização Mundial da Saúde (OMS). A afirmação foi feita diretamente pelo candidato da legenda à Casa Branca, Joe Biden.

Leia mais: “‘Nenhum indivíduo está a salvo’, diz diretor da OMS sobre diagnóstico de Bolsonaro

“Os norte-americanos estão mais seguros quando a América está empenhada em reforçar a saúde global. No primeiro dia da minha presidência, vou aderir à OMS e reafirmar a nossa liderança global”, afirmou Biden, conforme noticiado pela agência de notícias Lusa.

A postura adotada por Biden vai na contramão do que promete seu rival na futura disputa pelo voto do povo norte-americano. Isso porque nesta terça-feira, 7, o atual presidente e virtual candidato à reeleição pelo Partido Republicano, Donald Trump, avançou no rompimento com a OMS. De acordo com um senador democrata, o Congresso dos Estados Unidos já foi avisado da decisão.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Tudo bem que é parte do papel do Biden oferecer alternativa ao governo mas, será que o pagador de impostos americano estará disposto a colocar o seu dinheiro em uma entidade como essa?
    Acho que ele perdeu uma (mais uma) oportunidade de ficar calado.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias