Secretária de Saúde do Amazonas é presa em operação - Revista Oeste

Em 30 jun 2020, 10:31

Secretária de Saúde do Amazonas é presa em operação

30 jun 2020, 10:31

Simone Papaiz foi detida por agentes que investigam desvios de verbas públicas voltadas para a luta contra a covid-19

secretária de saúde

A secretária estadual de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz
Foto: DIEGO PEREZ/SECOM/GOVERNODOAMAZONAS

A secretária de Saúde do Amazonas, Simone Papaiz, foi presa numa ação da Polícia Federal desta terça-feira, 30. Os agentes apuram desvios de verbas destinadas à luta contra a covid-19. Ela, que é biomédica, assumiu o cargo em abril deste ano, depois do pedido de demissão do antecessor Rodrigo Tobias, que deixou a pasta no auge da pandemia de coronavírus no Amazonas. Além disso, a PF está atrás de outras sete pessoas em mais um episódio do Covidão, conforme denunciou Oeste. O governador do Estado, Wilson Lima (PSC), também é alvo.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 Comentários

  1. No mundo político, se gritar pega ladrão, não fica um, meu irmão. Essa classe é a responsável número um pelo eterno subdesenvolvimento do Brasil. Jamais atingiremos a condição de primeiro mundo.

    Responder
    • Reflexo. TODOS os políticos são um reflexo da nossa sociedade. Não é “esta” classe. Somos nós. Todo mundo rouba o que consegue nesse país, sempre sob o manto de alguma desculpa pra aliviar a própria consciência, tipo “eu só sonego porque não vejo o dinheiro ser bem usado”. Mentira. Sonega tudo o que pode porque nao quer pagar, quer ser malandro. Comprar mercadoria da China é outro exemplo de que somos subdesenvolvidos por nossas própria escolha. Povo “malandro”, políticos malandros. Reflexo.

      Responder
  2. Isso tudo o povo está vivendo. Não foi uma boa o STF ter entregue a prefeitos e governadores o comando do combate ao vírus, impedindo a coordenação do governo federal. Mais um ato e1uivocaso do supremo. Olha a consequência

    Responder
    • CONCORDO COM VOCÊ FRED.
      Pelo menos no Governo federal não se fala em desvios de dinheiro.
      São 547 dias se roubos.

      Responder
  3. Meu Deus, o que será do nosso Brasil 🇧🇷 só tem bandidos !!!!

    Responder
    • Artur, veja o lado positivo da situação. Estamos vendo quem presta e quem não vale nada na política!! O CORONAVÍRUS expurgou a sujeira dos pilantras, demagogos, hipócritas, CORRUPTOS e oportunistas do judiciário, da imprensa e da política. É UM PROCESSO DE FAXINA!! Agradeça a Deus!

      Responder
      • É assim mesmo que deve ser visto

        Responder
  4. Que ótimo. Que ela também responda sobre as mortes em razão de dosagem cavalar da cloroquina (que deveria ser hidroxicloroquina) ocorridas em Manaus. Ela deve saber o que aconteceu, né?

    Responder
  5. Papaiz que eu conheço é marca de fechaduras e cadeados, uma boa marca por sinal. Essa daí vai provar o verdadeiro significado de seu sobrenome quando entrar na TRANCA. Espero que fique por lá durante um bom tempo.

    Responder
  6. Esses médicos e profissionais da área de saúde estão burramente se envolvendo nos crimes dos governadores ladrões. Não são inocentes, porém são induzidos pensando que os políticos salafrários seriam imunes e lhes protegeriam. Vão entrar pelo cano e os safadosos sempre arrumam uma maneira de se livrar. Está no momento dos CFM passar uma recomendação a quem assume esses cargos que não caiam nessa armadilha. Já temos essa idiota, além do secretário do Pará, escondendo dinheiro no teto, o secretário do município de Recife , com os respiradores superfaturados testados em porcos,e o do RJ. E muito mais serão investigados e processados. É uma vergonha que profissionais de medicina se passem para esse comportamento de dar respaldo a ladrões oficiais.

    Responder
  7. Não vamos nos esquecer do “atentado de Manaus”, que segundo consta o farsante do ex-ministro da saúde Henrique Mandetta é o responsável intelectual pelo trabalho falso e morte de 22 pacientes em Manaus, devido o uso de drogas cavalares de cloroquina nos respectivos pacientes. O objetivo do farsante, segundo consta, era desmoralizar o uso da cloroquina contra o Covide 19. Tem de ser denunciado, processado e preso, em sendo verdade.

    Responder
  8. a máscara caiu.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias