Faltam sedativos para entubar pacientes em SP - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 22 jun 2020, 16:40

Faltam sedativos para entubar pacientes em SP

22 jun 2020, 16:40

Informação foi dada pelo secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, que afirma que indústria não acompanhou número de pacientes

sedativo, sp, joão dória, estado de são paulo, josé henrique germann

Germann está preocupado com a falta de sedativo nas UTIs de covid-19 | Foto: Governo dos Estado de São Paulo

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann admitiu nesta segunda-feira que faltam sedativos para entubar pacientes de covid-19.

De acordo com Germann, a indústria dos medicamentos não conseguiu acompanhar a demanda causada pelo número de casos no Estado.

Por ser um procedimento invasivo, é preciso manter pacientes que necessitam de ventilação mecânica sedados para que não rejeitem os tubos inseridos via oral e o tratamento possa ter continuidade.

O secretário disse que, ainda que a aquisição do produto seja centralizada no Ministério da Saúde.

Já o governador João Doria minimizou o problema, dizendo que a deficiência é pontual e “muito pequena”.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 Comentário

  1. Exatamente o esta do que maia teve quarentena ( e anda tem) apresenta os piores números tanto de infectados quanto de mortes lamentáveis. Osso tá bem corresponde a aituacoeamundo a fora.mais quarentena maia gente infectado. As evidências comprovam que não é a melhor maneira de lhe dar com pandemias. . Junte-se a isso a má administração de Doria.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O partido contra o Brasil

Ninguém ainda descobriu no planeta um jeito tão eficaz de concentrar renda quanto a fórmula usada para administrar as contas públicas no país

A paciência acabou

Os brasileiros começam a reagir à cassação dos direitos individuais

O ataque

A baderna no Capitólio é mais um sintoma da crise da democracia do que a causa de novos problemas

Eficácia

“Você demorou muito a comprar. Eficácia depende de rapidez” / “Poxa… Se eu soubesse teria comprado mais rápido. Ando muito dispersivo”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Como surgiu o novo coronavírus?

A resposta mais provável, até o momento: o vírus teve origem em pesquisas com manipulação genética no Instituto de Virologia de Wuhan

Globalistas assanhados com Biden

Eles não costumam viver de fatos, apenas de narrativas. Adotam a visão estética de mundo, e por isso a ONU é seu maior símbolo

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês