São Paulo: seis perguntas sobre a reabertura econômica

Edição da semana

Em 12 jun 2020, 17:16

Seis perguntas sobre a reabertura econômica na capital paulista

12 jun 2020, 17:16

Economista faz questionamentos a respeito do modelo adotado pela cidade de São Paulo

rua 25 de março - reabertura econômica - cidade de são paulo - luís artur nogueira - rovena rosa - agência brasil

A Rua 25 de Março, em São Paulo, antes da reabertura econômica
Foto: ROVENA ROSA/AGÊNCIA BRASIL

A partir de uma foto publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, o economista e jornalista Luís Artur Nogueira lançou questionamentos a respeito da forma com que a capital paulista está retomando suas atividades. Nesse sentido, a cidade de São Paulo deu início à reabertura econômica nesta semana.

Leia mais: Ministro perde secretarias, mas mantém a maioria das atribuições

Há, no entanto, algumas regras para o funcionamento do comércio de rua. O segmento só pode, por exemplo, funcionar quatro horas por dia. Mas será que isso está ajudando? Esse é um dos questionamentos feitos pelo economista. Entre outros pontos, ele pergunta em seu perfil no Facebook:

  1. A aglomeração poderia ser menos intensa (fluxo diluído) com as lojas funcionado por 8 horas em vez de apenas 4 horas?;
  2. Se há tanta gente circulando no comércio, significa que foi gerada uma demanda reprimida entre os consumidores?;
  3. É um sinal de que a recuperação do varejo pode ser mais rápida do que muitos imaginam?;
  4. Qual é o risco de explodir o número de contaminações por covid-19?;
  5. Por que a prefeitura ainda não colocou 100% da frota de ônibus nas ruas?;
  6. Significa que o “novo normal” pós-coronavírus não será tão novo assim?

Além de registrar as perguntas que devem ser analisadas por Bruno Covas, Luís Artur Nogueira já havia contestado o prefeito paulistano, que, conforme noticiou Oeste, pediu “um pouquinho mais de paciência” aos profissionais do comércio da cidade de São Paulo. Nesse sentido, ele lamentou a demora do tucano em definir os protocolos necessários para a reabertura econômica.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Doria e Covas erram em tudo. Incompetência ou más intenções? Ambos? Os paulistas terão que ser muito burros para voltar a votar no PSDB.

    Responder
  2. Em Goiânia, os erros da Prefeitura se parecem aos da gestão municipal paulista.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O crime acima de todos

Não é que as instituições estejam funcionando mal, ou passando por alguma anomalia — ao contrário, elas são organizadas de maneira a tornar inevitáveis resultados como o que beneficiou André do Rap

O “cancelamento” contra a arte

Caso a sociedade se submeta a essa versão gourmetizada do stalinismo, nossos filhos e netos não terão o que ler, ouvir ou assistir

A segunda onda de hipocrisia

Em que pesem as comprovações de ineficácia dos lockdowns, enganadores como Emmanuel Macron fingem ter um mapa de bloqueio de contágio

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

O capitalismo pode salvar o mundo?

O sistema não é uma ideologia de laboratório, como o comunismo. É uma força viva, dinâmica, que há milênios se aperfeiçoa na satisfação das necessidades humanas

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês