COI não descarta adiar as Olimpíadas de Tóquio

O Comitê Olímpico Internacional (COI), pela primeira vez, admitiu que Os Jogos Olímpicos de Tóquio podem ser adiados em razão da pandemia de coronavírus. O Comitê Executivo da entidade garantiu que não irá cancelar o evento e que uma decisão final sobre o adiamento será tomada em quatro semanas.
-Publicidade-
Cerimônia de acendimento da tocha Olímpica
Foto: Comitê Olímpico Internacional/Flickr
Cerimônia de acendimento da tocha Olímpica Foto: Comitê Olímpico Internacional/Flickr

Entidade afirma que vai tomar a decisão em um mês; o cancelamento do evento não irá acontecer de nenhuma maneira

Cerimônia de acendimento da tocha Olímpica
Foto: Comitê Olímpico Internacional/Flickr
-Publicidade-

O Comitê Olímpico Internacional (COI), pela primeira vez, admitiu que os Jogos Olímpicos de Tóquio podem ser adiados em razão da pandemia de coronavírus. O Comitê Executivo da entidade garantiu que não irá cancelar o evento e que uma decisão final sobre o adiamento será tomada em quatro semanas.

Em comunicado, a entidade afirma que esse prazo: “permitirá uma melhor visibilidade do rápido desenvolvimento da situação da saúde em todo o mundo e no Japão. Servirá de base para a melhor decisão no interesse dos atletas e de todos os demais envolvidos.”

Os Jogos estão marcados para acontecer entre os dias 24 de julho e 9 de agosto. Dentre as diversas possibilidades, as Olimpíadas podem ser adiadas para dezembro, ou para o meio de 2021 ou 2022, mas o COI afirmou que ainda espera que o evento aconteça na data original.

Nos últimos dias, diversas federações, comitês nacionais- incluindo o do Brasil-  e atletas se mostraram favoráveis ao adiamento do evento.

O presidente da entidade, o suíço Thomas Bach, divulgou um comunicado onde afirma que: “As vidas humanas têm precedência sobre tudo, incluindo a realização dos Jogos. O COI quer fazer parte da solução. Portanto, tornamos nosso princípio principal proteger a saúde de todos os envolvidos e contribuir para conter o vírus”, escreveu Bach. “A chama olímpica será uma luz no fim do túnel”, concluiu o Bach

Com informações Estadão Conteúdo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site