Incoerências de minorias barulhentas

J. R. Guzzo analisa posturas de progressistas que desafiam a lógica
-Publicidade-
Algumas coisas são fatos, mas mesmo assim movem discussões | Foto: CANVA
Algumas coisas são fatos, mas mesmo assim movem discussões | Foto: CANVA | incoerências - j. r. guzzo - revista oeste

J. R. Guzzo analisa posturas de progressistas que desafiam a lógica

incoerências - j. r. guzzo - revista oeste
Algumas coisas são fatos, mas mesmo assim movem discussões | Foto: CANVA
-Publicidade-

Um mais um é igual a dois. Certo? Não necessariamente. De acordo com algumas minorias, alguns fatos não podem ser encarados como verdade. Pelo contrário, aliás. A depender do tema abordado, atentar-se apenas aos fatos é algo digno de reclamações e patrulhas vindas do “politicamente correto”.

Leia mais: “‘Ele finge que é liberal, mas é comunista’, diz Roberto Jefferson sobre Maia”

É nesse sentido que o jornalista J. R. Guzzo observa o que vem ocorrendo em todo o mundo. Em artigo publicado na atual edição da Revista Oeste, ele mostra que a verdade pouco importa para determinados bandos. Diante de tantas incoerências, o jornalista cita que, por exemplo, passou a ser proibido garantir que:

  • Mulheres menstruam

“Agora é preciso dizer ‘pessoas que menstruam’, sob pena de machismo, fascismo e discriminação ‘contra os transgêneros’

  • Alguma pessoa branca não seja racista

“Todo indivíduo de pele branca, seja lá qual for o seu comportamento, é racista; segundo os generais da atual guerra pela canonização imediata e mundial da etnia negra, o equipamento genético dos brancos, ou algo assim”

  • Não é antifascista

“É obrigatório, para todo cidadão que queira ter uma ficha politicamente limpa neste mundo, ir à rua, protestar ou manifestar-se em público contra “o fascismo”. Não está disponível a opção de pensar em outra coisa, ou simplesmente de não pensar no assunto”.

A lista completa de incoerências dessas turmas estão no artigo “Os progressistas e a marcha da insensatez”, de J. R. Guzzo, publicado na edição 20 da Revista Oeste.

https://revistaoeste.com/os-progressistas-e-a-marcha-da-insensatez/

Revista Oeste

Além de contar com J. R. Guzzo, a Revista Oeste tem profissionais como Ana Paula Henkel, Augusto Nunes e Guilherme Fiuza em seu time de colaboradores. Financiada em 100% por seus leitores, a publicação digital tem seus conteúdos exclusivos reservados aos assinantes.

Quer ir direto ao ponto e ter acesso exclusivo a esses materiais? Clique aqui e assine a Revista Oeste  

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site