‘Não aceitei o convite pelo cargo, mas por acreditar que podia ajudar ao Brasil’, diz Teich em despedida

Agora ex-ministro da Saúde, ele agradeceu a oportunidade dada pelo presidente e disse que quis contribuir para sistema público, de onde veio [caption id="attachment_265294" align="aligncenter" width="2560"] Nelson Teich será interinamente…
-Publicidade-
Nelson Teich será interinamente substituído pelo general Eduardo Pazuello | Foto: Gabriela Biló / Estadão Conteúdo
Nelson Teich será interinamente substituído pelo general Eduardo Pazuello | Foto: Gabriela Biló / Estadão Conteúdo

Agora ex-ministro da Saúde, ele agradeceu a oportunidade dada pelo presidente e disse que quis contribuir para sistema público, de onde veio

Nelson Teich será interinamente substituído pelo general Eduardo Pazuello | Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

O agora ex-ministro da Saúde Nelson Teich fez seu discurso de despedida, nesta sexta-feira, para jornalistas. Sem se alongar, ele agradeceu a oportunidade dada pelo presidente Jair Bolsonaro de comandar a Saúde do país e afirmou que quis contribuir para o sistema público de saúde: “Não aceitei o convite pelo cargo, mas por acreditar que podia ajudar o Brasil.”

-Publicidade-

O oncologista agradeceu diversas vezes também à equipe que o acompanhou durante os 29 dias em que esteve à frente do ministério. “Tive a honra e o prazer de estar ao lado deles, que sempre trabalharam intensamente pelo país”, ressaltou.

Com a voz embargada e gaguejando um pouco, Teich afirmou que sua passagem teve foco total no combate à covid-19 e classificou o período como uma “luta diária e intensa”.

Lembrou das viagens aos Estados e municípios mais afetados pela doença, que, segundo contou, lhe permitiram desenhar um plano de trabalho pronto para auxiliar secretários estaduais e municipais a definir os próximos passos do combate à pandemia. O ex-ministro afirma que há um programa de testagem em massa pronto para ser implementado no Brasil. Para ele, “isso é importante para entender situação do coronavírus no país”.

Tão logo terminou seu discurso, Nelson Teich recolocou a máscara de proteção e deixou a sala sem responder a nenhuma pergunta da imprensa.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários

  1. A patrulha das “múmias” dominam o Ministério da Saúde e se não tiver FIRMEZA, PULSO não consegue fazer muita coisa. O Mandetta começou a crise alinhado com Bolsonaro e Guedes, de repente começa a pensar como os “especialistas” do SUS. Trancafiaram TODOS EM CASA e a pandemia DISPAROU!!
    Teich prometeu alinhamento total com o presidente, ficou subentendido um plano de SAÍDA da quarentena e o uso do HCQ. O Plano ficou pronto, mas guardou. A indicação do HCQ foi trocada pelo Remdesivir, que tb não tem “comprovação científica” de sua eficácia.
    Tinha muita esperança que Teich aceitasse conhecer de perto os CIENTISTAS E MÉDICOS que defendem a HCQ. Uma pena!
    TODAS AS VEZES QUE FALOU NO PLANO DE SAÍDA, OS NÚMEROS DE MORTOS PELA COVID DISPARARAM. É MUITA COINCIDÊNCIA, NÃO?

  2. O TEMPO É CURTO! A cada dia, os governadores COVEIROS têm o prazer de divulgar seu record de mortes pela COVID. Não sabemos se os números enviados ao Ministério são reais ou manipulações dos opositores de Bolsonaro. Os demais estados controlam a pandemia, mas os TOP 6 da MORTE são incapazes de divulgar bons números.
    E todos eles seguem o padrão da burrice: Se você fizer lockdown, tô dentro!! Se fizer rodízio, tô dentro! E por aí vai.
    Mandetta sai e o número de mortes disparam!!
    É UMA AFRONTA A NOSSA INTELIGÊNCIA! NÃO DÁ!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro