ONU: covid-19 levará fome a mais de 80 milhões de pessoas

Em relatório, Organização das Nações Unidas estima impacto da pandemia na população mundial
-Publicidade-
Fome aumentará por causa da covid-19 | Foto: CANVA
Fome aumentará por causa da covid-19 | Foto: CANVA | fome - onu

Em relatório, Organização das Nações Unidas estima impacto da pandemia na população mundial

fome - onu
Fome aumentará por causa da covid-19 | Foto: CANVA

A disseminação do novo coronavírus em todo o mundo levará de 83 milhões a 132 milhões de pessoas a passarem fome. A projeção consta em relatório divulgado nesta segunda-feira, 13, pela divisão de alimentação e agricultura da Organização das Nações Unidas (ONU).

-Publicidade-

Leia mais: “Mortes caem pela 3ª semana e SP tem menor taxa de letalidade

De acordo com a ONU, a covid-19 provocou nos últimos meses alguns males em diversos países. A entidade fala em itens como, por exemplo, perda de renda (desemprego e redução salarial), aumento dos preços de alimentos e a chamada “interrupção das cadeias de suprimentos”.

O relatório foi formulado em parceria com quatro agências que funcionam como divisões da ONU: o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Programa Mundial de Alimentos e a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fome atual

Os dados de hoje foram além de projetar a fome mundial em decorrência da covid-19. O material aborda que no fim de 2019 a fome atingia 690 milhões de pessoas. O número representa 8,9% da população mundial. Em comparação com 2018, a quantidade de pessoas passando fome aumentou em 10 milhões.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Alguns “males”…
    E fez-se confusão com os números etc.
    Sempre coloque um link com o trabalho original, por favor. Isso dá credibilidade, mostra que você leu e não se baseou em terceiro.

    1. Ok enviar este artigo para o STF agir de entender em que o planeta e genocida, segundo a avaliação transversal do seu membro Gilmar Mendes. Centenas de milhares morreram no antes e surgem comentários bizarros de natureza política doa juízes… cada presidente e primeiro ministro de cada país e um genocida pois permitiu a morte de milhares de seus cidadãos. 35 mil na Itália, outro tanto na França, milhares de outros na Alemanha e vamos por aí a fora…

    2. Foi “maus”, Régis, rsrs. Sério: obrigado por apontar o erro (chucro), devidamente extirpado do texto. Mas qual a confusão com os números? Abraços.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.