Político tucano está ‘constrangido’ com risco de perder mandato

Assim como Witzel, Nelson Marchezan Júnior usa Twitter como muro de lamentações
-Publicidade-
Político tucano, Nelson Marchezan Júnior foi deputado federal antes de assumir a prefeitura de Porto Alegre | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA CÂMARA
Político tucano, Nelson Marchezan Júnior foi deputado federal antes de assumir a prefeitura de Porto Alegre | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA CÂMARA | político tucano - nelson marchezan júnior - prefeito de porto alegre - processo de impeachment

Assim como Witzel, Nelson Marchezan Júnior usa Twitter como muro de lamentações

político tucano - nelson marchezan júnior - prefeito de porto alegre - processo de impeachment
Político tucano, Nelson Marchezan Júnior foi deputado federal antes de assumir a prefeitura de Porto Alegre | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA CÂMARA

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), foi às redes sociais para reclamar do avanço do processo de impeachment na Câmara de Vereadores. De acordo com ele, a ação tem um único propósito: constrangê-lo.

-Publicidade-

Leia mais: “Para expulsar deputado, PSDB diz que não admite troca de apoio por cargos”

“Este processo de impeachment, que nos tira qualquer direito de defesa e manifestação, que atropela os ritos, só tem o objetivo de me constranger e me tirar do processo eleitoral”, publicou Marchezan Júnior em seu perfil no Twitter. A postagem foi feita na sexta-feira, 28, minutos após relatório favorável à cassação ser apresentado no Legislativo da capital gaúcha.

Similar a Wilson Witzel, governador afastado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e que também responde contra processo de impeachment, o político tucano adotou tom vitimista. Nesse sentido, afirmou não ser corrupto e sinalizou que o processo em questão apenas visa tirá-lo das eleições deste ano. Por ora, ele é candidato à reeleição à prefeitura de Porto Alegre pelo PSDB.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.