Psol entra na Justiça contra privatização do Ibirapuera

O partido alega que o Estado de São Paulo não pode conceder uma área que não é dele
-Publicidade-
O Psol não quer a privatização do Complexo Esportivo do Ibirapuera
O Psol não quer a privatização do Complexo Esportivo do Ibirapuera | Foto: Reprodução/Twitter

O diretório estadual do Psol entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Tribunal de Justiça contra a lei estadual que autoriza a concessão do Complexo Esportivo do Ibirapuera à iniciativa privada. Com base em um parecer da procuradoria legislativa da Câmara Municipal, o partido alega que o Estado não pode conceder uma área que não é dele, mas do município.

“O Estado de São Paulo usurpou prerrogativa do município de São Paulo, pois por intermédio de lei estadual autorizou a concessão de área pertencente ao município, concessão essa que somente poderia acontecer se realizada por meio de lei municipal, ou seja, proposta pelo prefeito do município de São Paulo e aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo, o que não ocorreu até presente momento”, diz o texto.

-Publicidade-

A ADI foi distribuída ao desembargador Xavier de Aquino. Ele concedeu prazo de 30 dias para que o presidente da Assembleia Legislativa e o governador de São Paulo prestem informações sobre a lei impugnada.

Leia também: “Em Porto Alegre, Psol tenta barrar compra de ‘kit covid’”

Com informações do ConJur

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.