-Publicidade-

Setor de serviços tem 6ª alta seguida em novembro

Resultado ainda é insuficiente para compensar as perdas entre fevereiro e maio

Resultado ainda é insuficiente para compensar as perdas entre fevereiro e maio

delivery
Delivery de comida | Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

O setor de serviços avançou 2,6% na passagem de outubro para novembro, o sexto mês consecutivo de alta. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 13, pelo IBGE.

Apesar do ganho acumulado de 19,2% nesse período, o resultado ainda é insuficiente para compensar as perdas entre fevereiro e maio, pois o setor ainda se encontra 3,2% abaixo do patamar de fevereiro.

Leia mais: “A França pode viver sem a soja brasileira?”

Na comparação com novembro de 2019, o total do volume de serviços recuou 4,8%, marcando a nona taxa negativa seguida nesse índice.

No acumulado no ano, a queda é de 8,3% diante do mesmo período de 2019. Já em 12 meses, o recuo de 7,4% manteve a trajetória de queda iniciada em janeiro. Este é o resultado negativo mais intenso desde o início da série para esse indicador, em dezembro de 2012.

Para o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, as atividades do setor de serviços que estão encontrando mais dificuldades são aquelas prestadas de forma presencial e, por isso, ainda não conseguiram recuperar as perdas.

Com informações da Agência IBGE

-Publicidade-
Envie-nos a sua opinião, sugestão ou crítica! Fale conosco
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês