STF e Congresso decretam luto oficial após 100 mil mortes por covid-19

Edição da semana

Em 8 ago 2020, 16:31

STF e Congresso decretam luto oficial após 100 mil mortes por covid-19

8 ago 2020, 16:31

Brasil também tem mais de 2 milhões de curados e cerca de 800 mil pacientes em acompanhamento

Congresso

Fachada do Congresso Nacional | Foto: Pedro França/Agência Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), informou neste sábado, 8, que o Congresso Nacional decretou luto oficial de quatro dias em solidariedade “a todos os brasileiros afetados pela pandemia e às vítimas desta tragédia”.

O anúncio, feito pelas redes sociais, ocorreu depois que o Brasil ultrapassou a marca de 100 mil mortes. Com o luto oficial, as sessões na Câmara e no Senado só serão retomadas na quarta-feira, 12.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, cerca de 2 milhões e 70 mil brasileiros já se recuperaram da doença.

O número total de casos no país chega a quase 3 milhões. Ainda de acordo com o ministério, o Brasil tem hoje cerca de 800 mil pacientes em acompanhamento.

LEIA MAIS: A EVOLUÇÃO DA DOENÇA NO BRASIL E NO MUNDO

STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, também decretou luto oficial de três dias na corte.

Ele afirmou que a “maior pandemia da humanidade tem assolado a vida dos brasileiros” e que o momento de “fragilidade social” reforça o papel do Poder Judiciário no atendimento às demandas por justiça da população mais pobre e vulnerável.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 Comentários

  1. Vão debochando, um dia o caldo entorna.

    Responder
    • Tofolli e Alcolumbre , piegas.dois palhaços!

      Responder
  2. Poderiam decretar luto por anos de corrupção e desserviço ao Brasil.

    Responder
    • Eles deviam pedir desculpas às famílias das vítimas.

      Responder
  3. Oportunismo e caradurismo dessa gente. Só fazem aumentar a repulsa que sofrem da sociedade.

    Responder
  4. Se ficarem 4 dias sem “trabalhar” já vai ser um ganho para o país. Essa turma só atrapalha.

    Responder
  5. Haverá um dia, muito em breve, que comemoraremos a saída de vocês da vida publica nacional.

    Responder
  6. Congresso e STF deveriam decretar é o fim do estado democrático de direito; o primeiro (principalmente o vassalo do mal, Alcolumbre), minimamente, por conluio escancarado com o STF ao não processar CPI da Togas e os vários pedidos de impeachment de ministros daquela Corte. E esta, porque sistematicamente, seus componentes rasgam e conspurcam aquilo que um País democrático pode ter de mais sagrado, que é a sua Constituição, que eles deveria guardar e fazer valer.

    Responder
  7. O FIM DO FORO PRIVILEGIADO E PRISÃO em SEGUNDA instância é o objetivo p q iniciamos em 2013 nas RUAS, qdo acabamos c o CONLUIO entre os 3 poderes, e em 5 anos apartamos o EXECUTIVO da trama maldita. Avante brasileiros na reconquista da Pátria, das mãos desses traidores, criminosos são todos, isentoes e funcs públicos infiltrados p máfias representantes da social democracia, nada + q comunistas travestidos. O mal NUNCA vencerá os povos cristãos. Hipócritas de 1a. HORA seu tempo e templo acabou.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Supremas safadezas

Como os ministros do Pretório Excelso, o promotor da minha infância se julgava onipresente, onisciente e onipotente

A Suprema Corte e o abuso do poder

Quando juízes se tornam “superlegisladores”, as instituições se fragilizam e a sociedade perde a fé no sistema democrático

David Hume cancelado

Está em curso uma espécie de eugenia intelectual que conta com a simpatia ou covardia de reitores e professores de prestigiadas universidades internacionais

Vacina contra ditadura

Na ONU, Trump fez o que todo mundo com juízo deveria ter feito — e não fez, sabe-se lá por que mistério das escrituras empáticas

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

E chegamos à era dos ciborgues

Teremos nosso potencial mental multiplicado e nossas ações serão, literalmente, rápidas como o pensamento. O que faremos com esse novo poder?

Os intelectuais e a sociedade

Intelectuais ignoram que há mais sabedoria na população em geral do que num indivíduo qualquer, por mais inteligente que ele seja

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês