Airbnb enfrenta pesadelo de imagem

Há histórias de proprietários que encontram sua casa semidestruída pelos hóspedes, rapto, cárcere privado, tiroteio, festas no auge da pandemia
-Publicidade-
Empresa recrutou um exército de especialistas em relações públicas para prestar toda a assistência possível a eventuais vítimas | Foto: Divulgação/Airbnb
Empresa recrutou um exército de especialistas em relações públicas para prestar toda a assistência possível a eventuais vítimas | Foto: Divulgação/Airbnb

A startup Airbnb, criada em 2005, continua sendo um sucesso na linha de serviços por aplicativos. Ela liga proprietários de imóveis a viajantes em busca de hospedagem. Mas, segundo a última edição revista Bloomberg Businessweek, a Airbnb está enfrentando um “pesadelo de problemas” de relações públicas.

A matéria relata alguns casos, como a de uma turista australiana estuprada durante hospedagem durante o réveillon de 2015 em Nova York. (A cliente ganhou US$ 7 milhões da empresa para não divulgar o caso.)

“Condomínio no RS pode proibir moradora de locar apartamento pelo Airbnb, decide STJ” 

-Publicidade-

Há histórias de proprietários que encontram sua casa semidestruída pelos hóspedes, rapto, cárcere privado, tiroteio, festas no auge da pandemia etc. A empresa, já baqueada pela queda de 80% dos aluguéis devido à covid-19, reconhece que é difícil prever o que proprietários e hóspedes vão fazer.

“Airbnb realiza maior IPO do ano nos EUA” 

Para tentar remediar a situação, a Airbnb criou um esquema de segurança reforçada para afastar clientes potencialmente problemáticos e um sistema de contato com agentes de segurança em caso de emergência. Fora isso, recrutou um exército de especialistas em relações públicas para prestar toda a assistência possível a eventuais vítimas — e evitar que elas divulguem o que aconteceu por meio das redes sociais.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site