Apple aposta em lojas físicas, à medida que economias reabrem

Marca vai usar uma combinação de estratégias criadas pré e durante a pandemia de covid-19
-Publicidade-
Apple: aposta em lojas físicas
Apple: aposta em lojas físicas | Foto: Divulgação

O gigante da tecnologia Apple está expandindo suas operações de varejo, apostando em uma combinação de estratégias desenvolvidas antes e durante a pandemia de covid-19, que tornarão suas lojas mais populares do que nunca, disse a chefe de varejo da companhia à reportagem da agência Reuters.

A empresa vai manter o que a ajudou durante a pandemia e dobrar sua estratégia pré-pandêmica de eventos e experiências nas lojas. Um exemplo são os balcões expressos. Criados para ajudar os clientes a retirar nos pontos de venda os pedidos feitos on-line com mais eficiência, eles se tornarão parte integrante das mais de 500 lojas da companhia em todo o mundo.

Começando pelas cidades de Los Angeles, nos EUA, e Pequim, na China, o gigante também está criando o programa Creative Studios, com o objetivo de ensinar jovens de comunidades sub-representadas a usar seus produtos para criar música, filmes e fotografia. Isso se soma a uma gama mais ampla de aulas projetadas para colocar os clientes em contato com a marca mais frequentemente.

-Publicidade-

“Estamos olhando para este momento agora mesmo como uma maneira de realmente recomeçar, e recomeçar em todos os sentidos”, disse Deirdre O’Brien, vice-presidente sênior de varejo e pessoal da Apple.

Leia também: “Apple contrata ex-executivo da BMW para seu projeto de automóvel”

Resultados

A Apple cresceu durante a pandemia e, em agosto de 2020, atingiu US$ 2 trilhões em capitalização de mercado. Também obteve recordes de vendas de iPhone, o smartphone da marca, e de várias outras categorias. Parte do sucesso da empresa no varejo, em meio à pandemia, foi a agilização de seu processo de compra on-line com retirada na loja.

Segundo analistas, um dos pontos fracos em seus resultados financeiros, em termos de varejo, foi a desaceleração nas vendas do seguro AppleCare para dispositivos e aparelhos que acaba sendo adquirido presencialmente na loja, mas que é facilmente ignorado durante o processo de compra on-line.

A empresa de tecnologia também teve falhas na cadeia de fornecimento durante 2020 e afirmou, em abril, que a escassez global de semicondutores lhe custaria vários bilhões de dólares em vendas.

Leia também: “Kantar aponta Amazon, Apple e Google como as marcas mais valiosas do mundo”

Com informações Reuters

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site