Apple é cobrada por agência antitruste da Europa por monopólio

Órgão contesta modelo do Apple Pay e diz que empresa abusou de posição dominante nos mercados de pagamento
-Publicidade-
Empresa de tecnologia terá de responder a órgão antitruste da Europa
Empresa de tecnologia terá de responder a órgão antitruste da Europa | Foto: Reprodução/Flickr

O órgão regulador antitruste da União Europeia acusou a Apple nesta segunda-feira, 2, de restringir o acesso de concorrentes a sua tecnologia de pagamento em nome de monopólio de mercado. A iniciativa pode resultar em multa pesada para a empresa norte-americana e forçar a fabricante do iPhone a abrir seu sistema móvel para adversários.

A Comissão Europeia informou que enviou uma comunicação à empresa, detalhando como a companhia abusou de sua posição dominante nos mercados de pagamento em dispositivos iOS.

“Temos indicações de que a companhia restringiu o acesso de terceiros a tecnologias essenciais necessárias para desenvolver soluções de pagamentos nos dispositivos da empresa”, disse a chefe antitruste da União Europeia, Margrethe Vestager.

-Publicidade-

“Descobrimos preliminarmente que a empresa pode ter restringido a concorrência, em benefício de sua própria solução Apple Pay.”

O Apple Pay é solução da companhia usada para permitir pagamentos em lojas físicas e on-line. Os iPhones, iPads e softwares da empresa formam uma espécie de ‘ecossistema fechado’, com a companhia controlando todos os aspectos da experiência do usuário.

Em nota à imprensa na Europa, a companhia norte-americana disse que espera colaborar com a UE. A empresa também alegou que tem oferecido acesso equilibrado a concorrentes em sua tecnologia conhecida como NFC (Near Field Communication ou ‘comunicação de campo próximo’).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.