Banda larga de internet fixa dobra de velocidade no Brasil

Meta estipulada para ser atingida em 2023 já foi superada
-Publicidade-
Densidade do serviço no país está acima da meta
Densidade do serviço no país está acima da meta | Foto: Reprodução/Pixaby

A média da velocidade da banda larga de internet fixa contratada no Brasil chegou a quase 190 Megabitis por segundo (Mbps) em 2021. Os dados aparecem no Relatório Anual de Gestão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para o ano passado.

De acordo com o documento, a marca de 2021 já é maior que a meta estipulada para ser alcançada até 2023, fixada em 150 Mbps. Além disso, o resultado é o dobro da média de velocidade da banda larga fixa registrada em 2020: próxima a 90 Mps.

-Publicidade-

O número de acessos em operação na banda larga de internet fixa com velocidades maiores que 34 Mbps subiu 54%, saindo de quase 22 milhões, em 2020, para 33 milhões em 2021.

Atualmente, a banda larga de internet fixa no Brasil tem 41 milhões de acessos. A densidade do serviço no país saiu de cerca de 51% para quase 59%. Desse modo, o nível recente supera a proporção determinada para 2023 (57%).

Também houve aumento no número de municípios atendidos por fibra ótica de um ano para o outro, que partiu de 4.403 para 4.667. O resultado deixa o país a 216 municípios de atingir a meta para 2023: estipulada em 4.883. Ou seja: é menos que o último avanço anual registrado, que ficou em 264 cidades.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.