Ivermectina reduz em 56% as mortes por covid-19, mostra estudo

Grupo de cientistas publicou o levantamento no Open Forum of Infectious Disease da Universidade de Oxford
-Publicidade-
O remédio é utilizado no tratamento precoce
O remédio é utilizado no tratamento precoce | Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

O vermífugo ivermectina reduz em 56% a mortalidade em casos moderados e graves da covid-19. É o que mostrou uma meta-análise (análise estatística de resultados de diferentes estudos individuais) publicada no Fórum Aberto de Doenças Infecciosas da Universidade de Oxford, na terça-feira 6. O levantamento utilizou 3,3 mil voluntários em seu escopo, em 24 ensaios clínicos randomizados (os pacientes são alocados para um dos dois grupos de forma aleatória), dos quais 11 apresentaram o resultado. As conclusões ainda carecem de revisões da comunidade científica.

Segundo a pesquisa, a utilização do medicamento possibilita a recuperação clínica favorável do paciente e reduz a hospitalização. Assinam o documento dez cientistas das seguintes instituições acadêmicas: Universidade de Liverpool, University Hospital of Wales, University College London Hospital, Chelsea and Westminster Hospital, Imperial College e University of Oxford. Atualmente, a OMS recomenda o uso de ivermectina apenas em ensaios clínicos. Este trabalho não é o mesmo anunciado pela Universidade de Oxford, no mês passado.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.